Com a alta competitividade do mercado em todo o mundo, um dos maiores desafios das equipes de RH é entender como atrair e reter os melhores talentos profissionais para as suas companhias. Por isso, saber como fazer o talent acquisition é fundamental para a consolidação de uma empresa no mercado.

Investir no capital humano e na qualidade do ambiente de trabalho são atitudes essenciais para manter uma equipe motivada e engajada, e, consequentemente, aumentar a produtividade e o lucro da empresa.

Uma das estratégias de sucesso para realizar essa tarefa é a aquisição de talentos. Seu intuito não é só preencher uma vaga quando necessário, mas criar uma cultura de captação e retenção de talentos do mercado, mesmo quando a companhia não está com vagas abertas.

Neste artigo, você entenderá melhor o que é talent acquisition, qual a sua importância, as diferenças comparadas aos métodos tradicionais de recrutamento e, ainda, dicas práticas para implantar essa estratégia na sua empresa. Boa leitura!

Afinal, o que é talent acquisition?

Saber o que é talent acquisition ajuda a atrair os melhores talentos do mercado.

Talent acqusition, em tradução livre, diz respeito ao processo de procurar, encontrar, atrair, contratar e manter os melhores talentos do mercado de trabalho na sua empresa, de acordo com seus objetivos estratégicos e metas.

O talent acquisition é um processo contínuo que preza a construção de um relacionamento próximo com os profissionais que um dia possam trabalhar na sua empresa, antes mesmo que a necessidade de recrutamento aconteça, criando um bom networking.

Ou seja: sua principal finalidade é antecipar as necessidades de contratação. Por isso, é importante que você observe constantemente as demandas da empresa e procure sempre manter o relacionamento com potenciais candidatos que tenham o perfil da companhia.

Assim, o objetivo é desenvolver e alimentar um banco de talentos de maneira contínua, facilitando a escolha de um profissional com as habilidades e comportamentos ideais quando a necessidade surgir.

Como surgiu o talent acquisition e qual a sua importância?

Estratégias de aquisição de talentos devem fazer parte da rotina das corporações.

A estratégia de aquisição de talentos é relativamente nova. Ela foi desenvolvida pelo mercado empresarial, a fim de seguir as transformações da sociedade e as suas mudanças constantes. 

Antes da revolução tecnológica, a definição de trabalho era, basicamente, encontrar uma ocupação compatível em uma empresa sólida e ficar ali até se aposentar ou arrumar algo melhor.

No entanto, essa dinâmica só foi suficiente para empresas e funcionários até o momento em que a tecnologia começou a se desenvolver mais rapidamente, passando a afetar as relações de trabalho e alterando a forma como as pessoas exerciam suas funções.

Desde então, mais do que buscar por perfis de colaboradores e empresas, tornou-se indispensável a procura por talentos e empresas que promovam uma boa relação dos colaboradores com a organização, criando um employee experience.

Assim, surgiu e ganha cada vez mais importância a estratégia de talent acquisition, uma forma estratégica de encontrar e atrair a mão de obra mais qualificada disponível no mercado de trabalho para uma empresa, de acordo com os objetivos estratégicos traçados.

Contribuições para o valor da marca

A estratégia de talent acquisition é importante porque agrega valor à marca da empresa, dando mais chances para a companhia ser vista no mercado como uma boa empregadora.

Uma empresa que faz questão de ter os melhores talentos do mercado pode ser mais facilmente reconhecida como um bom lugar para se trabalhar. E esse é um fator importante para atrair os melhores talentos para a sua companhia.

Garantir que a empresa seja referência e designada como um bom lugar para se trabalhar reflete não apenas na atração dos melhores talentos, mas também auxilia no crescimento da empresa de maneira geral, uma vez que a sociedade passa a ver a companhia com bons olhos, gerando, assim, mais negócios e melhores resultados.

Diferenças entre recrutamento e talent acquisition

Agora que você já sabe o que é talent acquisition, é primordial conhecer as diferenças entre essa estratégia e o simples recrutamento.

Mesmo que parecidos, recrutamento e talent acquisition são processos diferentes em muitos aspectos. As principais diferenças entre ambos são o tempo dedicado em cada um, assim como o objetivo principal.

Enquanto o recrutamento é mais rápido e tem como finalidade preencher uma vaga aberta com o melhor profissional disponível, o talent acquisition é feito constantemente e tem o intuito de criar um relacionamento com os melhores talentos do mercado. Assim, eles vão querer trabalhar na empresa quando a contratação for necessária.

Portanto, podemos dizer que o recrutamento é mais imediatista, servindo como resposta a uma necessidade latente da empresa. 

Já a aquisição de talentos, por sua vez, é uma estratégia contínua, na qual os resultados aparecerão a longo prazo, na forma de mais competitividade e melhor produtividade para a empresa. Ou seja, o talent acquisition antecipa as necessidades da empresa de acordo com sua evolução.

Entre outras diferenças entre talent acquisition e recrutamento, também é possível mencionar que:

  • O talent acquisition atende às necessidades de diferentes áreas de uma empresa e em todos os seus níveis, enquanto o recrutamento foca nas vagas em aberto;
  • O talent acquisition ajuda a empresa a ser reconhecida como boa empregadora. Já o recrutamento apenas preenche as vagas necessárias no momento.

Por que o talent acquisition é mais eficiente?

Dadas as diferenças entre talent acquisition e recrutamento, podemos afirmar que a  aquisição de talentos é mais eficiente por ser mais completa, complexa e acontecer rotineiramente em uma empresa – e não apenas quando surge a necessidade de contratação de algum colaborador.

Dessa maneira, além de ter mais sucesso no seu employer branding, a empresa está preparada para suprir as suas necessidades de mão de obra da melhor maneira, uma vez que já terá identificado os melhores talentos do mercado e iniciado um relacionamento com eles.

Assim, o processo de recrutamento e seleção torna-se muito mais eficiente para a organização, que não precisará entrevistar diversos candidatos (que podem não ser tão qualificados) para preencher uma vaga quando necessário.

Como funciona o talent acquisition na prática?

O talent acquisition deve ser pensado para ser uma técnica padronizada, visto que em diversas empresas esse processo acontece repetidas vezes. Com isso, é facilitado o trabalho dos gestores de RH, que perdem menos tempo na organização e focam nas suas atividades principais.

Na prática, o processo de aquisição de talentos deve sempre se atentar a alguns pontos. São eles:

Divulgação

Para divulgar a vaga, é necessário refletir onde está o candidato ideal. Se forem pessoas mais jovens, talvez as redes sociais da empresa ou patrocínios pagos sejam bons canais para alcançar esse público. Porém, se for um cargo de líder, em que são necessários mais anos de experiência, talvez o LinkedIn se encaixe melhor. 

Logo, são essenciais algumas estratégias para conseguir atingir o candidato que você almeja. Buscar por perfis com os pré-requisitos da vaga também é uma opção.

Mas saiba que, muitas vezes, essas pessoas já estão empregadas. Então, a vaga precisa ser bem atrativa.

Descrição de cargos

Visto que a vaga já está bem delimitada com o gestor da área, é necessário criar um texto para atrair os possíveis candidatos. Lembre-se de escrever todos os pré-requisitos, entre hard skills e soft skills. 

Também é necessário imprimir os valores e a cultura da empresa. Dessa forma, os candidatos que se identificarem vão se inscrever. De nada adianta realizar um texto extremamente chamativo, mas sem nenhum filtro para que diversas pessoas que não combinam com a vaga se inscrevam.

A estratégia de Talent Acquisition se baseia no melhor candidato para a vaga. Logo, aqueles que possuem os pré-requisitos necessários, mas não compactuam com os valores da empresa, por exemplo, não serão bons colaboradores.

Foco nas pessoas

Lembre-se sempre que você está lidando com pessoas. Do outro lado, existe alguém esperançoso de conseguir um emprego. 

Nesse sentido, foque em sanar as dúvidas e responder à candidatura com humanidade o mais rápido possível. Não há nada mais frustrante do que receber a mensagem de um robô fazendo a exclusão do processo ao não avançar para as próximas fases.

Agilidade no processo

Quanto mais detalhes na estratégia de Talent Acquisition, mais agilidade terá o processo. Descrevendo todas as etapas, o trabalho será mais fácil e rápido para os responsáveis pela contratação.

4 tendências em talent acquisition

Agora que você já sabe o que é talent acquisition e como ele funciona na prática, chegou o momento de conhecer as suas 4 maiores tendências a serem levadas em consideração:

Soft skills

Atualmente, as soft skills têm a maior importância em todo o processo de recrutamento e seleção. Isso porque, na maioria das vezes em que a empresa fica em dúvida entre dois ou mais candidatos, são as soft skills que definem quem será o escolhido.

De acordo com uma pesquisa que o LinkedIn fez para descobrir quais eram as maiores tendências do Talent RH, as soft skills foram mencionadas por 92% dos participantes como essenciais para a contratação de um novo talento.

Experiência do candidato

A experiência e o conhecimento do candidato em relação à empresa importam muito para o processo de recrutamento uma vez que, quando o candidato já sabe e compactua com os valores e a cultura daquela companhia, fica mais fácil para os líderes de RH optarem pela pessoa.

Trabalho flexível

Uma grande tendência para atrair talentos para a empresa é o trabalho flexível. Segundo a mesma pesquisa do LinkedIn, que já citamos anteriormente, as vagas que estão oferecendo flexibilidade quanto ao local e horário de trabalho cresceram cerca de 78% desde 2016.

Hoje em dia, as pessoas buscam por oportunidades que não sejam engessadas no escritório 8 horas diariamente, principalmente as gerações mais novas, que estão aí para provar que esses modelos são muito mais eficientes do que os antigos.

Se o mundo está mudando, as formas de trabalho não seriam diferentes!

Diversidade e inclusão

Como já dissemos anteriormente, as formas de trabalho e a cultura das empresas estão em constante evolução. Por isso, contar com um processo de Talent Acquisition que se importe com diversidade e inclusão faz com que mais candidatos se interessem por uma determinada vaga.

Nos dias de hoje, os colaboradores estão em busca de empresas que prezam e se mostrem diversas e inclusas.

Além de ser crime descartar candidatos pela cor de pele ou pela orientação sexual, mostrar que a sua empresa é engessada e que não possui colaboradores com tatuagens ou personalidades diferentes pode afastar diversos talentos.

Relação do talent acquisition com agências de recrutamento

As características que distinguem aquisição de talentos de recrutamento também se refletem nos profissionais que conduzem cada tipo de processo. Para as agências que atuam na área, esse se tornou um ponto de atenção.

Com a solidificação da aquisição de talentos, tanto empresas como agências de recrutamento estão direcionando funções específicas para tratar do assunto. Esse movimento se justifica pelo conjunto de habilidades particulares que a atividade exige.

As práticas que são necessárias para encontrar os melhores profissionais do mercado estão relacionadas não apenas à gestão de recursos humanos, como também ao marketing.

Afinal, os profissionais que atuam com estratégia de aquisição de talentos precisam trabalhar uma mensagem central e disseminá-la de forma coerente em ações de atração e retenção.Portanto, essa atribuição abrange desde contratações até desenvolvimento contínuo da equipe e progressão de carreira.

O que um profissional de talent acquisition precisa fazer e saber?

Nesse cenário, os profissionais de talent acquisition devem ser capazes de analisar um panorama atual e futuro da empresa, de modo que seja possível traçar estratégias de curto a longo prazo.

As ações gerenciadas pela equipe de aquisição de talentos possuem como objetivo localizar, atrair e contratar pessoas alinhadas com o perfil e as necessidades das empresas.

Por isso, é preciso identificar o que faz sentido para o momento atual do negócio e projetar demandas futuras, considerando a equipe operacional e as lideranças.

Os profissionais de talent acquisition antecipam cenários e oferecem suporte para que a empresa esteja pronta para expandir a equipe, de forma estruturada, quando chegar a hora certa.

Por isso, existem competências bastante específicas que são necessárias para um bom desempenho na função de aquisição de talentos. Veja a seguir quais são.

  • Compreensão de employer branding, isto é, a gestão da imagem que uma empresa tem perante os seus colaboradores, que leva em conta todos os aspectos da cultura organizacional;
  • Conhecimento sobre técnicas de recrutamento e seleção alinhadas com as tendências de mercado;
  • Entendimento sobre boas práticas de gestão de pessoas, especialmente no que se refere ao desenvolvimento de profissionais e de carreira;
  • Capacidade para conduzir processos de onboarding, que se referem à integração de novos profissionais às equipes já estabelecidas;
  • Habilidades para lidar com pessoas de gerações distintas, com experiências e interesses variados.

A partir dessa lista, fica evidente que a função de aquisição de talentos alcança um campo de atuação muito mais amplo do que recrutamento e seleção. Os profissionais da área querem encontrar os candidatos certos, contratá-los e fazê-los permanecer na empresa.

Quando se trata de talent acquisition, é importante ter em mente que os millennials podem se comportar de forma muito diferente do que os profissionais de gerações anteriores. De modo geral, há espaço para ambos na estrutura de uma empresa.

Os jovens, e toda sua dinamicidade, estão muito presentes no mercado. São essas pessoas que ocuparão boa parte dos cargos operacionais e, por vezes, de gestão.

Em relação à alta liderança, ainda há uma busca expressiva por profissionais com sólida experiência. Muitos deles já estão em um estágio no qual encontram poucos desafios nas empresas e pensam em abrir o próprio negócio.

Isso mostra que perfis de candidatos diferentes representam desafios específicos. Apenas com estratégias direcionadas é possível alcançar sucesso com a aquisição de talentos.

Dicas práticas para um talent acquisition eficaz

Para elaborar uma boa estratégia de talent acquisition, é importante seguir algumas dicas.

Agora que você entendeu que a aquisição de talentos consiste em monitorar as necessidades da empresa e os melhores talentos do mercado, garantindo uma contratação mais adequada, confira algumas ações para um talent acquisition bem realizado:

Planejar com estratégia

Para conseguir atrair os melhores profissionais para a sua empresa é preciso ter uma estratégia eficiente. Para isso, componha uma equipe com conhecimentos específicos sobre as necessidades de cada setor da empresa.

Além disso, a equipe de RH precisa desenvolver uma visão de futuro, considerando as mudanças de comportamento do mercado e da sociedade no momento de buscar os melhores talentos.

Segmentar as áreas e atividades

É importante conhecer as diferentes posições, áreas, segmentos e atividades da empresa. 

Assim, você saberá quais são as soft skills (habilidades e competências) indispensáveis para cada cargo, além de ter todas as informações muito bem categorizadas.

Dessa forma, o processo de talent acquisition será mais rápido, prático e barato no momento de encontrar o talento certo para as vagas que eventualmente surgirem na empresa.

Antecipar as necessidades

A equipe ou pessoa responsável pelo talent acquisition precisa ter o hábito de antecipar as necessidades de mão de obra da empresa

Para isso, devem ser analisados os registros de entradas e saídas de colaboradores, a fim de descobrir onde há mais turnover (rotatividade), além de definir as posições com maior escassez de talentos no mercado.

Dessa maneira, é possível prever as áreas e cargos com mais necessidade de atenção e já começar a desenvolver o relacionamento com potenciais candidatos. 

Assim, quando a necessidade surgir, os candidatos já estarão propensos a trabalhar na sua empresa, facilitando e acelerando o processo de contratação.

Relacionar-se com os talentos

Como dito anteriormente, mesmo antes de novas contratações serem necessárias, é indispensável que a empresa estabeleça um relacionamento com os melhores talentos do mercado nas suas áreas de interesse.

Com a antecipação das necessidades, será possível ter uma ideia de quais talentos serão necessários para a empresa a médio e longo prazos, já apresentando a companhia como um bom lugar para se trabalhar.

Desenvolver a imagem

Para garantir seu talent acquisition e uma boa retenção de talentos, não adianta identificá-los e entrar em contato se sua empresa não tem uma boa imagem no mercado de trabalho. 

Para isso, é indispensável realizar ações de employer branding e apostar na melhor employee experience possível.

Com a valorização do seu capital humano, além de melhorar a reputação da empresa como empregadora, ainda aumentará o engajamento e a motivação dos colaboradores.

Analisar as métricas

Indicadores de gestão e suas métricas são indispensáveis em qualquer planejamento estratégico para mensurar resultados, corrigir problemas e desenvolver melhores processos

Portanto, faça relatórios de todos os pontos acima, transformando a informação em conhecimento para tomar decisões mais embasadas e assertivas.

Além de tudo isso, dentre outros aspectos importantes na aquisição de talentos estão:

  • Comunicação: é preciso que os talentos saibam que a sua empresa está interessada em contratá-los. Portanto, utilize as redes sociais e outros caminhos para chegar até eles;
  • Humanização: profissionais são pessoas, não apenas currículos. Tenha empatia, educação e responda com rapidez;
  • Descrição dos cargos: o job description é muito importante para selecionar os melhores talentos. Em virtude disso, deve ser o mais específico possível, já que vai definir quem se sentirá atraído pela vaga.

Oferecer os melhores benefícios é essencial para o talent acquisition

Os talentos do mercado costumam ser atraídos por empresas com bons benefícios corporativos.

Ao final, a aquisição de talentos se resume a um trabalho constante de detecção das necessidades da empresa e dos melhores talentos do mercado, mantendo um relacionamento próximo para preencher com rapidez e eficiência qualquer vaga que surgir.

Entretanto, é válido destacar que garantir um excelente ambiente de trabalho e oferecer mais qualidade de vida aos seus colaboradores são passos essenciais para que os melhores talentos disponíveis no mercado prefiram trabalhar na sua empresa, e não na concorrência.

Benefícios corporativos são um dos fatores mais considerados no momento de um colaborador aceitar uma vaga. Para isso, nada melhor que disponibilizar os melhores benefícios corporativos do mercado, como o iFood Benefícios, o vale-refeição revolucionário da rede iFood.

Com ele, o seu colaborador tem a praticidade de poder fazer suas refeições usando toda a tecnologia, qualidade e liberdade do iFood, que já conta com mais de 230 mil restaurantes parceiros em todo o país.Acesse o site e saiba tudo sobre essa novidade que chegou para revolucionar a alimentação corporativa. Além disso, não deixe de conferir um conteúdo exclusivo sobre as vantagens do cartão iFood Benefícios Elo!

Gostou? Compartilhe!

Por: Larissa Trento Oliveira

Formada em Administração pela Universidade Federal do Espírito Santo, Larissa é BP no iFood há dois anos e tem paixão por trazer impacto diretamente no desenvolvimento de pessoas com sua profissão e, como consequência, agregar valor para o business. Mãe de pet de carteirinha, é amante de corrida e exercícios físicos, principalmente quando envolve passear com o Zeca, seu border collie. Larissa já atuou como BP do time iFood Colômbia, México, iFood Shop, Marketing e agora atua como ponto focal do RH para crescimento do iFood Benefícios.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.