Criar uma boa política de recursos humanos contribui para a padronização de diversos processos, como o de recrutamento, capacitação profissional, carreira, benefícios como vale refeição e vale transporte etc. Essa também é uma maneira de alinhar todo o trabalho da empresa com as regras internas. 

No entanto, para desenvolver uma boa política de RH é necessário dedicação, integração entre várias equipes da organização e muito trabalho. Isso porque tudo deve estar alinhado com as metas da empresa

Se você deseja saber tudo sobre política de recursos humanos, preste atenção em todos os tópicos do nosso guia. Nele, esclarecemos todas as dúvidas sobre o assunto. Acompanhe! 

O que são políticas de recursos humanos? 

As políticas de RH são como um guia estratégico. Elas são compostas por uma série de diretrizes que ajudam a empresa a fazer a gestão dos seus funcionários de forma estratégica, além de auxiliar no alcance das metas traçadas para o negócio. 

É a partir da política de recursos humanos que a empresa estabelece condutas que devem ser seguidas pela organização como um todo, desde gestores aos colaboradores. Assim, torna-se mais fácil não só aprimorar o desenvolvimento dos funcionários, mas também cumprir os objetivos traçados pelas equipes. 

Além disso, podemos dizer que a política de recursos humanos faz com que todos fiquem cientes de como agir em cada situação. Ou seja, a política de RH auxilia muito na gestão de pessoas. 

Quais são as principais políticas de RH? 

Há várias políticas de recursos humanos que você pode adotar na sua empresa. Veja as principais:

1. Recrutamento e seleção 

Entre as principais políticas de recursos humanos, temos a etapa de recrutamento e seleção que é essencial.

Aqui você deve estabelecer regras para o recrutamento de novos colaboradores. É interessante pensar em estratégias que envolvam desde a abertura da seleção até a efetivação dos funcionários. 

Em alguns casos, você pode aproveitar os atuais funcionários e fazer um recrutamento interno para as melhores oportunidades. Afinal, nada melhor do que contar com o trabalho de quem você já conhece e confia, não é mesmo? 

Ainda sobre o recrutamento e seleção de colaboradores, essa política de RH envolve:

  • etapas do processo seletivo;
  • divulgação dos documentos necessários e demais informações;
  • pessoas envolvidas;
  • prazos para a contratação.

Tudo deve ser bem explicado para que ninguém tenha dúvidas. 

2. Benefícios para os colaboradores

Segundo uma pesquisa realizada pela Page Personnel, 57% dos profissionais avaliam o pacote de benefícios antes de aceitarem a proposta de emprego. Portanto, uma política de RH voltada para essa área é fundamental. Oferecer benefícios flexíveis garante maior satisfação entre os colaboradores e proporciona vantagens para a empresa.

Especifique a oferta, ou seja, o que a empresa oferecerá.

A companhia pode conceder benefícios como vale transporte, vale refeição ou até mesmo presentes para os colaboradores através do iFood Card.

Depois de escolher o que oferecer, não se esqueça de esclarecer os direitos e deveres dos colaboradores. 

3. Capacitação dos colaboradores 

Em nosso blog já falamos sobre capacitação e qualificação profissional, não é mesmo? 

Uma boa política de recursos humanos precisa determinar a maneira como a sua empresa investirá no desenvolvimento dos funcionários. Aqui, é bom pensar em programas de treinamento e formação continuada. 

Ainda nessa política, a empresa é quem estabelecerá as regras com relação à disponibilidade orçamentária, as formas de treinamento (presencial ou à distância), a carga horária, os cursos etc. 

4. Cargos e salários 

Os cargos e salários também devem fazer parte da política de recursos humanos. 

Indique as faixas de remuneração para cada cargo na empresa, faça uma boa gestão do sistema de folha de pagamento e do reajuste salarial do colaborador. 

Você deve se preocupar com as maneiras que o funcionário terá de alcançar o crescimento durante o período que estiver trabalhando na companhia.

5. Desligamento 

Além da admissão, a política de recursos humanos precisa tratar do desligamento dos colaboradores com a empresa.

Sim, há a necessidade de definir regras para que o funcionário possa ser desligado da sua organização, e essas regras devem seguir os princípios legais e também corporativos da empresa. 

O desligamento dos colaboradores é uma das políticas de recursos humanos mais difíceis para os gestores responsáveis, pois o processo é desafiador. Entretanto, as regras que existem na organização ajudam a tomar as principais decisões e reduzir os riscos de conflitos entre os líderes e suas equipes.  

Como escolher as melhores políticas de recursos humanos? 

Para não errar na hora de escolher quais as políticas de recursos humanos adotar na organização, preste atenção nos seguintes pontos:

Veja o que os colaboradores esperam da empresa 

É importante que a empresa conheça as expectativas que os colaboradores têm em relação às políticas de RH.

Por meio de questionários ou de conversas em momentos de descontração, procure saber o que os colaboradores esperam da empresa. 

Dê a oportunidade para que cada um fale o que pensa. Depois, filtre as informações e pense nas sugestões dos funcionários. 

Avalie o clima organizacional

É muito importante avaliar o clima organizacional. Sabe quando você chega a um lugar e sente que o ambiente não é bom? Pense como colaborador. Você gosta de trabalhar na organização? Se sente bem com os funcionários? 

Se questione e pergunte a mesma coisa para as equipes, esse feedback é muito importante para entender o que deve ser melhorado.

Pense em oferecer benefícios 

A sua empresa oferece algum tipo de benefício para os funcionários? Se não oferece, está na hora de pensar mais nos colaboradores. Esse ponto é essencial para você traçar uma política de recursos humanos que realmente funcione.

Como realizar uma boa gestão de RH? 

Não adianta falarmos de políticas de recursos humanos eficientes se não pensarmos em como realizar uma boa gestão de RH. Para isso, preste atenção a estas dicas: 

Conheça os colaboradores

O primeiro passo para você fazer uma boa gestão de RH é conhecer os colaboradores. 

Veja os pontos fracos e fortes de quem trabalha na sua empresa. Assim, as tarefas poderão ser delegadas para as pessoas que realmente “darão conta do recado”. 

Delegue com firmeza 

Isso não quer dizer que você precisa ser arrogante ou se intrometer em cada detalhe dos projetos que delegar. 

No entanto, é importante garantir que todos estejam bem alinhados com os objetivos que deverão ser alcançados e bem preparados para exercer as suas funções. Dessa maneira, os melhores resultados aparecerão.

Confie na sua equipe de trabalho 

É importante acreditar na equipe de trabalho. A confiança desperta e retém talentos. Portanto, dê a oportunidade para que as pessoas demonstrem aquilo que elas são capazes de fazer. 

Motive a sua equipe a participar dos trabalhos 

Uma equipe motivada proporciona melhores resultados para a empresa.

Ao motivar a sua equipe, você também estimula a participação. Essa postura fará com que ideias inovadoras surjam e os problemas sejam resolvidos com mais facilidade

Sabe aqueles colaboradores que se destacam? Dê um prêmio a eles, como um iFood Card, por exemplo. Assim, você conseguirá deixá-los ainda mais motivados, além de também estimular os outros colaboradores.

Esteja presente 

Nunca se isole da equipe de trabalho. É importante estar presente para que os colaboradores saibam que a empresa se preocupa com eles. 

Portanto, seja acessível, acolha as sugestões de melhoria para a organização e aceite as críticas. 

Muitas vezes um funcionário vê aquilo que não vemos. Portanto, vale a pena ouvir o que ele tem a dizer. 

Seja justo com os colaboradores 

Mesmo que tenha que dar um feedback construtivo a alguém, você deve ser justo com os colaboradores. 

Portanto, é importante se reunir com frequência com cada um dos funcionários e mostrar o que você está pensando. Aponte os pontos que precisam ser melhorados e elogie os acertos. 

Comemore as conquistas 

E por falar em elogiar os funcionários, também é importante comemorar as conquistas. 

Sabe aquela meta super desafiadora para a sua equipe alcançar, mas mesmo assim ela chegou lá? Que tal comemorar junto com os colaboradores

E isso pode ser feito de formas simples, como com um café da manhã caprichado ou um happy hour. 

Além disso, todos gostam de receber elogios, que tal oferecer um elogio formal a um colaborador? Pode ser através de um e-mail ou uma carta. Isso o deixará lisonjeado. 

Como a política de recursos humanos interfere na gestão das empresas? 

A política de recursos humanos pode interferir na gestão das empresas de várias maneiras. Entenda:

Promoção da saúde e do bem estar 

Pensar em oferecer benefícios para os colaboradores e ter uma política de recursos humanos que atenda às suas necessidades é pensar na saúde mental e física e no bem estar de todos.

Se um funcionário tem vale refeição e pode comer algo balanceado, por exemplo, ele estará com energia e ânimo para o próximo trabalho do dia. 

Além disso, quando você pensa em manter um bom clima organizacional, a parte emocional dos colaboradores é tratada. Afinal, eles precisam sentir que a empresa é um ambiente agradável, como a sua própria casa.

Valorização do capital humano

Quando uma política de RH é bem feita, você valoriza o capital humano, que são os colaboradores. 

Esse é o segredo do sucesso de qualquer empresa, pois você consegue identificar os recursos mais adequados e se ajustar às mudanças e aos desafios

Apoio à diversidade

É indispensável que a empresa respeite a diversidade e individualidade entre os colaboradores.

Cada vez mais as pessoas estão assumindo a sua verdadeira identidade. 

No mundo atual é inadmissível uma empresa que não respeite a diversidade ou que não trabalhe esse respeito com os colaboradores. A política de RH interfere nisso, e devem ser feitas ações pensadas para esse apoio.

Respeito às diferenças

No mesmo pensamento do tópico acima, uma boa política de recursos humanos deve garantir o respeito às diferenças, e aqui podemos citar diferenças de opiniões, cor, religião e capacidade profissional, por exemplo. 

Cada pessoa tem algo de bom para oferecer. Portanto, respeitar a sua individualidade é mostrar o quanto a organização a valoriza como ser humano.  

Quais os benefícios uma política de RH traz? 

Veja os principais benefícios de uma boa política de recursos humanos:

Melhora a produtividade 

Com uma boa política de RH você motiva os colaboradores da empresa, e funcionários que se sentem bem ao realizar as suas tarefas diárias produzem mais e melhor. 

Portanto, pensar em uma política de RH que realmente agregue valor é melhorar a produtividade do seu time.

Retém talentos 

Um colaborador motivado e que recebe benefícios quer trabalhar em outra organização? Não! 

Ele quer se aposentar onde está. Assim, a política de recursos humanos ajuda a reter talentos na empresa e faz com que os colaboradores se sintam orgulhosos em pertencer ao quadro de funcionários.

Evita erros na organização 

Como uma das ideias da política de recursos humanos é ouvir os colaboradores para saber como está o clima organizacional, você conseguirá descobrir os pontos positivos e negativos da organização

Assim, evitará erros ou qualquer injustiça da empresa com algum funcionário. 

Faz a empresa se destacar dentre as demais que existem no mercado 

Empresas que retêm talentos, que tem uma política de recursos humanos que funciona e que oferece benefícios aos seus colaboradores têm destaque no mercado. 

Dessa forma, pensar em trabalhar uma boa política de RH é contar com uma equipe apaixonada pelo que faz e sair na frente dos concorrentes. 

Como elaborar uma boa política de RH? 

Existem alguns passos que ajudam a criar uma boa política de RH para a empresa.

Anote as principais dicas para você garantir uma boa política de RH:

Pense no planejamento estratégico

É bom pensar em um planejamento estratégico de RH. Para isso, analise a situação atual dos colaboradores. Pense nos pontos que precisam ser elaborados, estabeleça condutas e políticas. Trace objetivos, estratégias e metas para cada departamento. 

Crie padrões para os processos e rotinas 

Os processos da organização devem ser organizados. Para isso, crie formulários, faça checklists, tenha padrões para recrutamento e seleção e controle os benefícios dos colaboradores. 

Trabalhe a comunicação corporativa 

Com relação a comunicação corporativa, você pode trabalhar pequenas ações que farão muita diferença para os colaboradores. Tenha um mural de recados, encaminhe e-mails e produza um jornal informativo, por exemplo. Tudo isso melhora a comunicação entre as pessoas. 

Você também pode reunir grupos pequenos e comemorar o aniversário dos funcionários do mês. Escolha o último dia útil e organize o encontro, essa é uma das melhores maneiras de interagir com os colaboradores.

Veja o que os colaboradores pensam sobre a capacitação 

Também é importante observar o que os colaboradores esperam sobre as capacitações.

Treinamentos corporativos e desenvolvimento de pessoas são importantes para qualquer empresa que deseja uma equipe preparada e antenada às novidades do mercado. 

Por isso, escute o colaborador e veja quais os cursos e treinamentos ele gostaria de fazer. 

Aqui não importa se é algum assunto relacionado a informática, gestão financeira ou até mesmo atendimento ao cliente. O importante é você manter um diálogo com os funcionários para saber o que eles precisam e esperam da organização

Promova uma avaliação de desempenho 

Os feedbacks contínuos podem gerar bons resultados. Por meio deles, é possível corrigir erros da equipe e valorizar os acertos do colaborador. 

Para que você consiga estruturar todo esse processo é necessário uma boa política de recursos humanos com o foco na avaliação de desempenho. 

Assim, ao analisar os resultados, você verá que eles são mais assertivos e contínuos. Também notará menos erros. No caso de organizações que não têm uma política de desempenho eficiente, tudo fica para amanhã, pois as oportunidades de corrigir os erros são perdidas. 

A avaliação de desempenho que é feita em uma empresa por meio de uma política de RH otimiza os processos e corrige estratégias de forma mais eficaz e rápida. Isso acontece porque o gestor tem que seguir um planejamento, ou seja, um padrão sem correria ou pressa. 

Como você viu nesse artigo, é muito importante trabalhar em uma política de recursos humanos eficiente. Agora que você já sabe tudo sobre o assunto, que tal começar a analisar a organização e envolver os colaboradores no processo? 

E se você gostou do conteúdo, visite a página do iFood Benefícios e confira mais detalhes sobre as vantagens do nosso vale-refeição e alimentação para sua empresa!

Gostou? Compartilhe!

Por: Fernanda Rodrigues

Analista de Marketing de Conteúdo com formação em linguística e especialização em comunicação digital. Amante de marketing, negócios e tecnologia.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.