People Analytics é um método que busca otimizar os processos de gestão de pessoas por meio da coleta de dados e análise sobre os colaboradores de uma organização.

No setor de RH, temas relacionados ao aumento das datas de aceitação de ofertas de trabalho, redução da rotatividade de funcionários, otimização da remuneração e estudos sobre employee experience na empresa são alguns dos tópicos mais abordados pelos profissionais de Recursos Humanos. 

Cada vez mais os colaboradores responsáveis pelo desenvolvimento de equipes estão se perguntando como auxiliar na melhoria operacional e na satisfação dos trabalhadores de uma maneira assertiva. 

Sendo assim, o People Analytics surge como uma alternativa eficiente no que diz respeito à tomada de decisões mais eficazes pelo RH, uma vez que são utilizadas informações corretas para entender melhor o atual momento e o histórico dos colaboradores.

Sabendo disso, criamos um guia completo com tudo o que você precisa saber sobre esse tema e como ele pode auxiliar todas as áreas da empresa por meio da captação e análise de dados. Continue acompanhando e saiba mais.

O que é People Analytics? 

É fato de que o mundo se tornou baseado na tecnologia. No entanto, o conceito de People Analytics e as principais implicações no que diz respeito à big data e análises são temas recentes que merecem a nossa atenção. 

Chegou o momento em que os Recursos Humanos, tal como outros setores da sociedade, perceberam a importância dos dados para otimizar o seu trabalho e garantir resultados mais adequados. 

Assim, a análise de dados se tornou um excelente aliado na hora de recrutar e reter colaboradores. O que torna as decisões mais acertadas sobre a melhora da experiência dos funcionários na empresa. Um exemplo disso é o fornecimento de benefícios corporativos flexíveis.

Então, o que é exatamente People Analytics

Isso diz respeito aos dados que os gerentes ou o setor de RH de uma determinada empresa utilizam para tomar decisões assertivas sobre o trabalho dos funcionários. 

Sendo assim, são utilizadas estatísticas, matemática e tecnologia para otimizar o gerenciamento dos Recursos Humanos

Dessa maneira, People Analytics se refere basicamente a uma abordagem baseada em dados para garantir fatores de engajamento, produtividade e bem-estar dos colaboradores. 

Essa metodologia é indicada para pequenas, médias e grandes organizações para gerenciar sua força de trabalho. 

Assim, as empresas têm se beneficiado significativamente com a análise de pessoas, uma vez que insights são fornecidos com foco nas pessoas e no impacto que elas geram.

Quais suas principais aplicações?

O people analytics pode representar uma grande otimização na gestão de pessoas independentemente do tamanho da empresa. Seja para pequenos, médios ou grandes negócios. 

Isto porque a sua aplicação impacta dois setores que estão diretamente relacionados aos resultados de uma organização: o recrutamento de novos talentos e o monitoramento de clima do time atual.

Em um primeiro momento, este pode ser um recurso valioso no processo de recrutamento e seleção de candidatos. O que representa um dos maiores desafios no setor de gestão de pessoas.

Afinal, o uso do people analytics permite não apenas mapear e identificar traços comportamentais do indivíduo. Mas, também — e, principalmente — relacionar estas informações com o perfil desejado para cada função.

Assim, esta ferramenta pode ajudar os gestores a selecionar o profissional que melhor corresponde às expectativas da empresa. Além disso, é possível ainda identificar o nível de propensão deste candidato a deixar a organização no futuro e os principais causadores desta situação.

Com isso, os gestores podem evitar a contratação ou trabalhar ações internas para evitar os fatores de risco que poderiam atingir também outros profissionais. Dessa forma, é possível planejar ações para redução do turnover na equipe.

Como também vimos, se, por um lado, o uso do people analytics auxilia na contratação de novos talentos. Por outro, ele contribui para o acompanhamento e valorização dos profissionais que já estão dentro da empresa.

Neste cenário, é possível utilizar a ferramenta para monitorar o clima organizacional e as necessidades e preferências dos colaboradores. 

Assim, os gestores podem acompanhar as motivações e desmotivações do time e desenhar estratégias para potencializar ou reduzir estes impactos. Tudo isto para encontrar o modelo ideal de gestão de pessoas para a empresa e garantir resultados cada vez maiores.

Principais tendências de PA

É fato: o futuro já chegou para o setor de gestão de pessoas das organizações. O uso do people analytics é um exemplo desta nova realidade. Mas, se engana quem pensa que as atualizações vão parar no que já conhecemos.

O mercado de metodologias e softwares para coleta e análise de dados cresce a cada dia. Assim, cada vez mais será possível mensurar habilidades técnicas, comportamentais e cenários atuais e futuros com precisão.

Por isso, aqui vão algumas tendências para o uso de people analytics para as quais vale ficar atento. Afinal, elas vão contribuir para transformar o setor de gestão de pessoas, garantir decisões mais estratégicas e, consequentemente, os melhores resultados.

Produtividade

O people analytics já é uma realidade que impacta na produtividade interna das empresas. Ainda assim, a tendência é que este cenário se potencialize daqui em diante com softwares que irão garantir uma visão cada vez mais ampla e assertiva da organização.

Neste sentido, esta ferramenta vai auxiliar os gestores a identificar os colaboradores com os melhores desempenhos. Assim, será possível criar um ambiente de trabalho focado em motivar, engajar e valorizar ainda mais estes profissionais.

No geral, o resultado natural é que a produtividade de toda a equipe seja estimulada com estas ações. Mas, além disso, o recurso de people analytics também vai colaborar para conectar estes dados desde o momento de recrutamento de novos colaboradores.

Dessa forma, será possível selecionar profissionais que tenham características em comum com aqueles que entregam resultados acima da média. O que garante um padrão de produtividade elevado no futuro da organização.

Transparência de dados com a LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) passou a vigorar definitivamente em 2020. Por isso, a tendência é que daqui em diante os recursos voltados para a segurança dos dados trabalhados pelo people analytics cresçam cada vez mais.

Isto porque embora a coleta de dados sempre tenha existido, o recente aumento de crimes relacionados ao vazamento de informações tem deixado as pessoas temerosas com este processo.

Assim, a expectativa é que o mercado ofereça soluções mais assertivas em relação à transparência da listagem de dados coletados, razão da coleta, com quem estas informações serão compartilhadas e com qual objetivo.

Dessa forma, as organizações precisarão investir em recursos para garantir a segurança e a confiabilidade do people analytics. Principalmente como uma alternativa para garantir um clima organizacional positivo durante o processo.

Projeção de cenários

Se um dos grandes benefícios atuais do uso de people analytics é a visão 360º do cenário da empresa, a aposta para um futuro próximo está também na projeção de cenários futuros.

Isto porque a expectativa é que os processos de coleta e transformação de dados em informações se tornem mais assertivos e completos. Desta forma, será possível não apenas identificar situações presentes. Mas, principalmente, projetar riscos futuros.

Assim, este será um recurso importante para garantir o planejamento estratégico antecipado e otimizar a tomada de decisão de decisão dos gestores. O que é fundamental para evitar a instalação de uma crise interna ou externa à empresa.

Coleta de dados relevantes para o RH

Além da expectativa para que a coleta e tratamento de dados pelo people analytics se torne mais precisa, a tendência para os próximos anos é que ela se torne também mais ampla.

Assim, será possível a coleta de informações que são relevantes para o setor de recursos humanos. Mas, que, até então, eram difíceis de serem enxergadas e impossíveis de serem analisadas de maneira metodológica, como os padrões de atritos profissionais.

Ou seja, teremos um aumento não apenas na qualidade da análise, mas também na quantidade de dados analisados. Tudo isto a partir da possibilidade de sincronização de dados internos e externos.

Dessa forma, os recursos de people analytics poderão traçar perfis profissionais a partir de características individuais, como padrões de comportamento, valores e habilidades.

Como adotar os benefícios na sua empresa?

Existem diversos motivos para você querer considerar a implementação do People Analytics na sua empresa. 

Ao longo do texto, mencionamos algumas vantagens, como a tomada de decisões mais eficiente, maior objetividade nas aplicações e redução de erros no momento de melhorar a experiência do funcionário. 

Então como adotar esses benefícios para a sua empresa e experimentar na prática esses bons resultados?

Em primeiro lugar, é essencial determinar quais são as principais necessidades da sua organização atualmente. 

Para tal, faça perguntas. Por exemplo, existe algum problema dentro da empresa que está impedindo que as vendas cresçam? A rotatividade dos funcionários está muito alta?

Assim, você consegue definir os objetivos que você quer alcançar com o People Analytics.

Portanto, adote ferramentas que podem ser utilizadas por todos os setores da empresa e garanta que todos os funcionários saibam utilizá-las por meio de treinamentos e consultorias. 

Além disso, uma boa prática é desenvolver um plano de implementação sobre as ferramentas com profissionais qualificados. 

Desse modo, a habilidade de se comunicar com todo o time será otimizada e ficará muito mais fácil para os trabalhadores entenderem o que está acontecendo na empresa. 

Por fim, considere construir uma cultura de dados. Isso contribui para a probabilidade de sucesso dessa metodologia. 

Ter uma cultura de dados é, basicamente, fomentar um processo organizado para lidar com todos os dados e garantir que as decisões sejam tomadas do jeito mais certo possível. 

Enfim, com o People Analytics as empresas podem possibilitar a melhora da produtividade dos times e otimizar os processos do RH. 

Agora que você já sabe o seu conceito e os seus principais benefícios, que tal começar a implementá-lo na sua organização? Nesse cenário, o iFood Benefícios pode entrar como um aliado! Conheça todas as nossas soluções clicando aqui

Gostou? Compartilhe!

Por: iFood Benefícios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.