No ambiente corporativo cada dia mais competitivo, as empresas estão investindo e apostando em benefícios dos mais variados tipos para atrair e reter os melhores talentos. Além deles, uma prática muito importante é a de estimular as pausas no trabalho.

Diversas pesquisas realizadas por instituições científicas apontam que os intervalos para descanso durante a jornada de trabalho são benéficos tanto para os colaboradores quanto para as próprias empresas. Em outras palavras, as pausas no trabalho contribuem para a qualidade de vida das pessoas que estão inseridas no mundo corporativo.

Assim, ao longo deste artigo, você saberá com mais detalhes qual a importância e as vantagens de se fazer pausas no trabalho, quanto tempo elas devem durar, o que fazer durante esses intervalos para descanso, quais são as diferenças entre intervalos intrajornada e interjornada e muito mais.

Por isso, continue a leitura e fique por dentro de tudo sobre esse tema!

Por que é importante fazer pausas no trabalho?

Conheça os diversos benefícios que as pausas no trabalho podem oferecer aos colaboradores nas empresas.

Não é de hoje que especialistas estudam a relação das pausas no trabalho com a qualidade de vida das pessoas. Com base em pesquisas de campo, por exemplo, estudiosos afirmam que pequenos intervalos para descanso têm efeito poderoso na saúde e bem-estar dos colaboradores.

Ficar em frente ao computador durante muito tempo, na mesma posição e realizando as mesmas atividades, é algo que pode causar sensações de extremo cansaço, além de dores na coluna.

Assim, com o passar do tempo, esses sintomas podem se agravar para algo mais sério, indo na contramão do principal objetivo da saúde ocupacional, que é o de promover o bem-estar físico, mental e social dos trabalhadores.

Infelizmente, muitas empresas ainda consideram a realização de pausas durante a jornada de trabalho como preguiça ou falta de comprometimento com as demandas que precisam ser feitas.

Nos ambientes em que a produtividade é extremamente cobrada e avaliada, os colaboradores tendem a fazer ainda menos pausas no trabalho, o que pode prejudicar o seu foco, sua concentração e eficiência durante o expediente.

Vantagens das pausas no ambiente de trabalho

Você já se sentiu com cansaço e falta de produtividade, mas, depois de fazer um pequeno intervalo para descanso, notou uma diferença no rendimento durante o trabalho? É bem provável que a resposta seja positiva.

É que as pausas durante a jornada de trabalho proporcionam relaxamento e refrescam a mente para voltarmos ainda mais motivados e produtivos para as atividades do dia a dia laboral.

Dessa maneira, dentre os principais benefícios e vantagens das pausas no trabalho, destacamos:

Relaxamento e diminuição do estresse

Devido à rotina intensa de atividades, é muito comum a nossa cabeça estar com um turbilhão de pensamentos e ideias durante a rotina de trabalho. Isso pode acontecer, principalmente, quando nos mantemos focados por longos períodos de tempo em uma mesma tarefa.

Nesse sentido, as pausas no trabalho são momentos que permitem um relaxamento da mente, reduzindo o estresse e os sintomas de ansiedade. Além disso, também causam uma sensação de tranquilidade, ajudando na organização das ideias.

Aumento da produtividade

Com a cabeça mais tranquila e livre de estresse depois das pausas, o trabalho pode ser realizado de forma mais eficiente e produtiva pelos colaboradores.

Dessa forma, retornam com mais disposição e novas ideias para serem colocadas em prática.

Estímulo do senso crítico

Outra vantagem das pausas no ambiente de trabalho é o estímulo da criatividade, proporcionando um novo olhar para a mesma tarefa que estava sendo executada.

Quando estamos com a mente descansada, conseguimos pensar com mais clareza em novas ideias, soluções e alternativas para o que precisa ser feito.

Promoção da integração entre colegas de trabalho

Independentemente de ser no ambiente presencial ou remoto, o coffee break é um momento clássico para interagir com os outros colegas da empresa.

Nos escritórios presenciais, as pausas no trabalho ocorrem, geralmente, de maneira natural. Já no ambiente remoto, é importante criar o hábito de ter um horário programado ou uma sala online aberta reservada para esse momento de interação.

Essa proximidade entre as pessoas das equipes é muito valiosa para um ambiente harmonioso e de alta performance.

Prevenção de doenças do trabalho

Realizar pausas e se movimentar são formas de ajudar a prevenir doenças, como sedentarismo e lesões no corpo em virtude de movimentos repetitivos por longos períodos de tempo.

Por isso, se exercitar, se alongar e fazer caminhadas durante as pausas no trabalho são atividades muito recomendadas. Daremos mais dicas sobre isso no decorrer dos próximos tópicos.

O que são intervalos intrajornada e interjornada?

De acordo com a CLT, existem intervalos de trabalho que são obrigatórios: os intervalos intrajornada e interjornada. A seguir, destacamos para você todos os detalhes do que diz a legislação trabalhista a esse respeito.

Intervalos intrajornada

Os intervalos intrajornada são as pausas que acontecem durante o período de trabalho em jornadas com duração maior do que quatro horas, conforme menciona o artigo 71 da CLT. É o caso do conhecido horário de almoço e outros intervalos de 15 minutos para refeições.

“Art. 71 – Em qualquer trabalho contínuo, cuja duração exceda de 6 (seis) horas, é obrigatória a concessão de um intervalo para repouso ou alimentação, o qual será, no mínimo, de 1 (uma) hora e, salvo acordo escrito ou contrato coletivo em contrário, não poderá exceder de 2 (duas) horas.

§ 1º – Não excedendo de 6 (seis) horas o trabalho, será, entretanto, obrigatório um intervalo de 15 (quinze) minutos quando a duração ultrapassar 4 (quatro) horas.”

Intervalos interjornada

Os intervalos interjornada, por sua vez, são as pausas feitas de um dia de trabalho para o outro. O artigo 66 da CLT garante o direito aos colaboradores a um intervalo mínimo de descanso de 11 horas entre as jornadas.

“Art. 66 – Entre 2 (duas) jornadas de trabalho haverá um período mínimo de 11 (onze) horas consecutivas para descanso.”

Contudo, embora esses intervalos sejam os únicos exigidos pela legislação, as pausas no trabalho para descanso e exercícios são boas práticas recomendadas para o bem-estar e saúde dos colaboradores.

Quanto tempo deve durar o intervalo para descanso?

O intervalo para descanso no ambiente de trabalho não tem um tempo determinado por lei, já que depende da jornada de cada colaborador e das especificidades de cada empresa.

Assim, para definir e programar as pausas no trabalho, é importante um alinhamento de necessidades e expectativas dos times. Com isso, é possível apoiar a qualidade de vida das pessoas sem comprometer as entregas profissionais.

Para os gestores, uma dica valiosa é avaliar com cada pessoa os horários específicos em que a produtividade dela tende a cair, a fim de programar as pausas e monitorar os resultados de tempos em tempos.

O que fazer durante as pausas no trabalho?

As pausas durante a jornada de trabalho, além de contribuírem para a produtividade, ajudam a deixar o ambiente mais leve.

Como já comentamos antes, o intervalo para descanso é um momento fundamental para tranquilizar a mente e acalmar os pensamentos. No entanto, antes de falarmos sobre o que fazer durante as pausas no trabalho, é importante mencionar o que deve ser evitado.

Algumas atividades não são recomendadas e podem, inclusive, aumentar o nível de estresse e ansiedade. Por isso, evite:

  • Checar e responder aos e-mails pendentes;
  • Permanecer em frente ao computador, navegando pela internet e redes sociais;
  • Fazer a pausa em momento extremo de exaustão. Para isso, tente programar os intervalos de descanso para quando estiver mais disposto a realizar outras atividades, como andar e se alongar.

Agora que você já sabe o que evitar, chegou a hora de saber o que fazer nas pausas no trabalho e como aproveitar todas as vantagens delas.

Escutar uma música

Escolher uma música calma é uma ótima maneira de recuperar as energias, acalmar a mente por alguns minutos e voltar ao trabalho com mais foco e concentração.

Conversar e socializar

Muitos profissionais aproveitam esse momento de pausa para se encontrarem e conversarem com colegas da empresa, seja no ambiente presencial ou virtual. Momentos de socialização geram sentimentos mais leves e descontraídos na rotina de trabalho.

Aproveitar e fazer um lanche

Claro que um bom lanche não pode faltar nos momentos das pausas no trabalho, não é mesmo? Afinal, trabalhar com fome pode trazer diversos problemas para o corpo com o passar do tempo, além de reduzir a produtividade da equipe.

E nada melhor que um vale-alimentação e refeição aceito em qualquer lugar para garantir o lanche nos intervalos para descanso. Um bom vale oferece ainda mais qualidade de vida e autonomia dos benefícios para os colaboradores.

Agora que você já sabe qual é a importância das pausas no trabalho e o que fazer nesses intervalos, continue se atualizando e conheça um outro conteúdo exclusivo do iFood Benefícios, que aborda pontos sobre como as empresas humanizadas podem se destacar.

Gostou? Compartilhe!

Por: Flávia Padilha

Psicóloga e especializada no Canadá em mercado e negócios, Flávia atuou por 8 anos na área de RH em treinamento e desenvolvimento de empresas. Na equipe iFood, trabalha com suporte psicoterapêutico, treinamentos, palestras sobre saúde mental e emocional e orientações de gestão. Acredita que bem-estar e saúde emocional são um dos alicerces do ser humano para alavancar suas histórias de sucesso, tem o desejo de sempre ajudar os colaboradores a encontrar seus potenciais e o equilíbrio. Flávia é mãe e, nas horas vagas, dançarina, amante de exercícios ao ar livre e boa ouvinte de histórias e pessoas.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.