Muitas pessoas se perguntam o que é KPI, em tradução livre, a sigla significa Indicador-chave de Desempenho. Resumidamente, se trata de um valor mensurável que demonstra a eficácia com que uma empresa está alcançando os principais objetivos de seu negócio.

Os KPIs permitem que gestores consigam traçar estratégias que vão garantir o sucesso de suas empresas, uma vez que acompanharão de perto os resultados de tudo aquilo que é fundamental para o crescimento de uma organização. 

Do mesmo modo, o KPI ajuda empresas a melhorarem o seu desempenho por meio de uma reformulação do gerenciamento do negócio, que, com o auxílio dos indicadores-chave de performance, conseguem mensurar o desempenho dos colaboradores e garantir melhores e mais eficientes resultados. 

Mas o que é um KPI além de sua tradução e como ele pode auxiliar na melhora da execução de tarefas dentro de uma empresa? 

Neste artigo vamos explicar passo a passo como os KPIs podem ajudar empresas a reconhecerem oportunidades e corrigir possíveis erros. 

O que é KPI (Key Performance Indicator)? 

Os KPIs são indicadores-chave de desempenho que analisam o progresso em direção a um resultado pretendido.

Por exemplo, os KPIs fornecem um foco para a melhoria contínua operacional, criando uma base analítica para a tomada de decisões. Além disso, ajudam a concentrar a atenção no que é mais importante. 

Basicamente, entende-se que os KPIs fazem com que seja entendido plenamente se as metas e objetivos definidos pela liderança estão alinhados com as necessidades da empresa de acordo com os indicadores de gestão

Desse modo, os KPIs servem como uma ferramenta de comunicação indireta entre líderes e colaboradores, visto que comunicam o desempenho de um ou mais processos ao longo de um determinado período.

Tipos de Indicadores 

Até o momento, você aprendeu o que é KPI e para que ele serve. 

No entanto, ainda existem algumas definições que precisam ser esclarecidas para que você saiba de uma vez por todas como aplicar isso e garantir bons resultados nas suas tarefas. 

Portanto, vamos dividir os tipos de KPIs em dois modelos estratégicos:

  1. Indicadores de desempenho de processos: esse tipo está focado em analisar como a tarefa está sendo realizada. Para isso, o seu desempenho é medido e é verificado se os objetivos que foram determinados estão sendo alcançados. 
  2. Indicadores de desempenho estratégico: essa modalidade, por outro lado, tem a função primordial de verificar se a empresa em questão está alcançando seus objetivos de acordo com as instruções dadas pela gestão. Desse modo, é verificado se o que foi passado pelos líderes está sendo cumprido pelos colaboradores. 

Ambos os indicadores-chave de desempenho são fundamentais para analisar se as estratégias estabelecidas pela liderança de uma empresa estão sendo corretamente aplicadas, determinando o crescimento de um negócio. 

Modelos de gestão 

Até aqui você aprendeu que o que é KPI depende muito da intenção por trás das análises, mas que, resumidamente, se trata de indicadores-chave de desempenho que servem como uma ferramenta valiosa para que as empresas alcancem um objetivo estratégico bem definido

Desse modo, entende-se que cada KPI é criado para mensurar a variável que mais auxilia na aproximação das metas e objetivos definidos, além de medir como anda a criatividade e inovação dentro de uma empresa. 

Para isso, existem alguns modelos de gestão que podem ser utilizados. Alguns dos principais são:

  1. 1. Gestão por Diretrizes (GPD): potencializa o alcance dos objetivos por meio da implementação de um padrão no acompanhamento das metas.
  2. Balanced Scorecard (BSC): serve para empresas que estão à procura de uma visão mais sistêmica. 
  3. Objectives and Key Results (OKR): geralmente é aplicado a empresas que queiram acompanhar métricas de maneira mais ágil, em um curto período de tempo. 

Para conseguir que uma empresa obtenha vantagens competitivas e se diferencie no mercado com um time que sempre garante bons resultados, é fundamental que a escolha de modelo de gestão seja feita de maneira assertiva. 

Como construir indicadores-chave de desempenho?

Para saber como construir um KPI, é necessário entender quais são os principais objetivos que se deseja alcançar dentro de uma empresa com a realização de uma tarefa. 

Após ter o objetivo em mente, é fundamental buscar qual fator relevante servirá como variável para a tomada de decisão com base no desempenho das tarefas delegadas. 

Existem, no entanto, alguns exemplos de KPI que você pode utilizar como base de trabalho. São eles: 

Índice de Churns 

Churn significa evasão de clientes. Assim, resumidamente, este índice verifica o número de clientes que saíram da empresa em um determinado período.

Sem dúvidas, estar com o índice Churn sobre controle é uma garantia de que a empresa vai bem e tem pouca rotação de clientes. 

Net Promoter Score (NPS) 

O NPS calcula a probabilidade dos clientes atuais de uma empresa recomendarem o negócio para outras pessoas. 

Basicamente, trata-se de uma pesquisa que vai medir quão satisfeitos os clientes estão com os serviços e produtos ofertados pela empresa. 

Porcentagem de clientes ativos 

Esse índice ajuda empresas a acompanharem quantos clientes estão ativos atualmente e quais são suas ações referentes aos produtos e serviços ofertados pela marca. Além disso, ele possibilita que seja feita uma previsão daqueles clientes que estão prestes a deixar o seu negócio por meio de uma análise de uso de ferramentas e contato com a empresa.

Esse índice é, portanto, fundamental para qualquer empresa, uma vez que verificando quais são os possíveis clientes que podem deixar um negócio, pode-se planejar ações para que a situação seja revertida com antecedência. 

Logística

O KPI na logística verifica se os produtos e/ou serviços de uma empresa estão sendo entregues dentro do prazo combinado.

Retorno de investimentos em Marketing

O ROI de Marketing mede a relação direta entre receita e custos gerados por uma campanha de Marketing. 

Esse indicador-chave de performance garante que as empresas saibam se estão tendo o retorno esperado no desenvolvimento e execução de uma ação de Marketing, considerando o tempo e o dinheiro investidos na sua produção. 

Customer Lifetime Value (CLV) 

O CLV indica o valor de receita que cada cliente de uma empresa representa para o negócio durante todo o tempo de parceria. Por exemplo, se um custo para adquirir um cliente é maior do que o retorno que ele gera para a empresa, é muito provável que o negócio fique no prejuízo, por isso se atentar a esse KPI é fundamental.

Custo de Aquisição de Clientes (CAC) 

Da mesma maneira que o CLV, o Custo de Aquisição de Clientes é um KPI fundamental para qualquer negócio, visto que se o CAC estiver muito alto significa que as estratégias desenvolvidas pela empresa não estão sendo eficazes o bastante para gerar rentabilidade para o negócio.

 

Taxa de Conversão (Win Rate)

O Win Rate quantifica os leads que se transformaram em clientes.

Muito utilizado nos setores de Marketing e Vendas, esse KPI garante que empresas tenham acesso ao modo como os clientes se tornaram clientes, além de poderem verificar se as estratégias implementadas estão dando o resultado esperado. 

Dicas para uma boa gestão que influenciará no desempenho das equipes 

Ferramentas de gestão são fundamentais para empresas de qualquer porte conseguirem analisar como andam os processos do seu negócio. 

Desse modo, os KPIs, como indicadores que medem o nível de desempenho e sucesso de uma empresa ou processo, são importantes para que muitos negócios alcancem seus objetivos futuros. 

Em primeiro lugar, é fundamental que as regras sejam adequadas à realidade da empresa. Por exemplo, para que a análise de KPIs seja realizada corretamente é necessário que o clima e a cultura organizacional de uma empresa estejam alinhados com os objetivos de seus líderes.

A partir desse momento, o KPI escolhido de acordo com a necessidade específica da empresa passará informações relevantes para os gestores que poderão verificar mais facilmente o desempenho de seus colaboradores. 

Com tais estratégias implementadas, os funcionários da empresa poderão adequar suas atividades a modelos mais eficientes e rentáveis por meio do desenvolvimento de novas soft skills, se tornando mais produtivos e satisfeitos no ambiente de trabalho. 

Por fim, a implementação de uma gestão qualificada que valoriza ferramentas de KPI garantirá, a longo prazo, a minimização de riscos e correção de falhas entre todos os colaboradores de uma empresa

Como a utilização de KPIs impactam negócios? 

As métricas de KPI fazem com que empresas olhem de maneira mais estratégica e consciente para a situação real de seus negócios, definindo planos de ação que realmente contribuirão para a melhoria da rotina interna. 

Desse modo, com a utilização de KPIs, as empresas podem desenvolver vantagens competitivas e atender os seus clientes por meio de um serviço de qualidade.

Um KPI bem aplicado causa grandes benefícios para uma empresa. Problemas internos, por exemplo, são resolvidos com mais facilidade e os recursos de um negócio são otimizados de maneira mais eficiente. 

Igualmente, o KPI permite que empresas criem um ciclo constante de otimização, que reverbera bons resultados a longo prazo. 

No texto de hoje, você conseguiu aprender o significado de KPI e o que ele representa para as organizações. Uma boa maneira das marcas implementarem essa ferramenta e garantirem a motivação de seus funcionários está no fornecimento de cartões presente, que mostram para o colaborador que o seu trabalho é valorizado e importante

Se você tem uma empresa, que tal oferecer um iFood Card para os seus funcionários e garantir a melhoria das métricas de KPI? 

Gostou? Compartilhe!

Por: iFood Benefícios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.