Você já ouviu sobre o que é blockchain e como ele pode ser funcional para as empresas? Esse é um conceito que liga finanças e tecnologia, mas que também pode ser aplicado em vários processos de diferentes profissões. 

No setor de Recursos Humanos, esse conceito tem se tornado ainda mais forte.

O RH tem se tornado cada vez mais tecnológico e moderno à medida que os anos passam, e com o agravamento da pandemia de covid, vimos os setores de negócios se adaptarem a diferentes modelos para o crescimento de seu comércio. 

Enquanto isso, os profissionais precisam trazer esta tecnologia para o dia a dia do setor, beneficiando a execução das tarefas e a melhorar o relacionamento com os funcionários.

Neste artigo, vamos explicar o que é blockchain – e como ele pode otimizar o setor de RH na gestão de pessoas.

O que é blockchain?

Antes de falarmos de como essa tecnologia funciona no RH, precisamos definir rapidamente o que é blockchain:

Blockchain é um sistema que permite fazer o rastreamento no envio e recebimento de informações pela internet, como se fossem códigos conectados uns aos outros até encontrar a mensagem principal (que são os dados em si) protegendo-a com criptografia. 

Esse sistema pode ser conhecido também como aquele em que as criptomoedas funcionam, por isso algumas pessoas pensam que blockchain é o mesmo que criptomoedas, mas não é bem assim.

O modelo passou a fazer sucesso no mundo das criptomoedas, apresentando-se como um sistema seguro e confiável nas transações financeiras, agora, o mesmo conceito é aplicado em outros setores, como o de Recursos Humanos por exemplo. 

O blockchain funciona por registro de transação:

  • o registro dos dados são feitos de forma sigilosa e centralizada em um arquivo;
  • a transação é anônima, ninguém consegue ter acesso às informações de uma pessoa que participou do processo;
  • depois que as informações se tornam oficiais e são salvas no sistema, elas não podem mais ser mudadas – confirmando toda a operação.

Como a tecnologia blockchain pode revolucionar a gestão de RH?

O setor de Recursos Humanos precisa lidar com inúmeras informações sigilosas dos funcionários, como dados pessoais (número de documentos, códigos de acesso) e também financeiros (contas bancárias e etc).

Essas informações geralmente ficam guardadas em um banco de informações, mas correm o risco de serem expostas na internet, o que pode gerar fraudes e roubo. 

É aí que a tecnologia blockchain entra, a fim de registrar várias transações ao mesmo tempo e mantê-las seguras.

O blockchain tem tudo a ver com RH, pois, o sistema financeiro está em constante evolução, e para que as empresas consigam acompanhar esse crescimento, é necessário evoluir junto ao mercado em sua forma de se comunicar com seus colaboradores, eliminando registros e comprovantes em papel, que passam a ser digitais e mais seguros via blockchain.

Assim, os recrutadores poderão ter mais controle sobre as informações dos candidatos (quando forem realizadas entrevistas),  e também dos funcionários, principalmente na emissão dos comprovantes de pagamento e demais transações financeiras da equipe.

Quais benefícios dessa ferramenta no RH?

O que é blockchain e quais os benefícios para o RH da sua empresa? Um deles é a segurança dos dados pessoais e financeiros de todos os envolvidos na organização, exigindo o acesso via assinatura digital. Vamos conhecer mais alguns? 

Otimizar o processo de recrutamento e seleção

O blockchain facilita o processo de recrutamento e seleção, pois permite que a empresa acesse o banco de dados e encontre os candidatos que correspondem ao perfil de determinadas vagas, mediante as informações de cada um – cursos, especializações e etc – otimizando a procura por candidatos.

Armazenamento dos dados dos colaboradores

A biometria relacionada ao registro de ponto do colaborador pode ser armazenada diariamente através do blockchain – impressões digitais e atualização de dados – facilitando o acesso a essas informações.

Gerenciar as informações dos colaboradores 

A cada ciclo vivido pelo colaborador na empresa, nada passa despercebido. Todas as informações ficam armazenadas de maneira segura, sendo facilmente acessadas pelo RH, tais como, se há férias vencidas, benefícios a serem recebidos e etc.

Conformidade e regulamentação em dia

De acordo com a nova lei da GDPR – Regulamento Geral de Proteção de Dados, os colaboradores não precisam se preocupar em perder ou vazar os seus dados na internet. 

Quem já usa o blockchain?

Várias empresas pelo mundo estão usando e descobrindo o que é o blockchain em seus processos, como por exemplo a Personal Group, uma das maiores organizações de Recursos Humanos do Japão, juntamente com a NEC Corporation (empresa do setor de tecnologia).

Outras empresas já usam o blockchain em seus meios: a Randstad (setor de RH), a Cypherium, a Etherium (rede de contratos inteligentes) e a Big Four Deloitte (empresa que usa os dados para rastrear, verificar e validar os contratos internos). 

Trazendo um pouco mais para a nossa realidade, existem outras empresas que também já usam o blockchain, sendo elas:

  • Baidu;
  • Cargill;
  • Carrefour;
  • HSBC;
  • IBM Corporation;
  • Microsoft;
  • Oracle;
  • Samsung Group;
  • Visa;
  • Walmart.

Como o blockchain pode ajudar no processo de recrutamento? 

Como citamos em tópicos anteriores, o blockchain ajuda no recrutamento de novos colaboradores, quando permite que os dados dos candidatos sejam acessados facilmente pelos recrutadores de forma precisa e única.

Por exemplo, vamos supor que uma empresa precisa de um colaborador para o setor de tecnologia da informação.

Com o blockchain, os recrutadores podem acessar uma base de dados específica e atualizada onde estarão as informações dos candidatos. 

Ali, os gestores podem escolher os candidatos mais bem preparados para vaga, avaliando:

  • período de experiência (qual deles possui o maior tempo de experiência);
  • escolaridade (curso superior, profissionalização, pós-graduação e etc);
  • lugares onde já trabalharam e quanto tempo ficaram empregados;
  • habilidades exigidas (se sabem trabalhar bem em equipe, se há diferenciais, como cursos de inglês, espanhol e etc). 

Com estas informações em mãos, o recrutador conseguirá ter uma visão geral e detalhada dos currículos, e poderá selecionar os candidatos que correspondem ao perfil da vaga de maneira mais rápida, sem perder tempo com longos testes e etapas durante o processo seletivo.
Então, se sua empresa está considerando ter mais segurança e agilidade no dia a dia do RH, o blockchain é uma poderosa ferramenta que ajudará nesse processo. Dessa forma, conte com o iFood Empresas!

Gostou? Compartilhe!

Por: iFood Benefícios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.