Falar sobre inteligência artificial no RH por muito tempo foi exclusividade das séries e filmes de ficção científica. 

Afinal, imaginar um mundo no qual as máquinas poderiam realizar tarefas e desenvolver autonomia para as suas atividades até hoje parece um futuro impossível. No entanto, a realidade é que dia a dia esse cenário se torna mais próximo e presente nas pequenas, médias e grandes empresas.

Com a tecnologia atual, diversas tarefas que antes dependiam da força humana já podem ser facilmente realizadas pelas máquinas. Assim, pouco a pouco a inteligência artificial ganha espaço e se torna realidade em nossas rotinas pessoais e profissionais

Com base nisso, criamos aqui um artigo com tudo que você precisa saber sobre a aplicação da inteligência artificial no ramo empresarial e, principalmente, no departamento de recursos humanos. Desse modo, não será difícil tornar a sua empresa ainda mais moderna e de acordo com as exigências do mercado atual. Confira mais abaixo!

O que é inteligência artificial?

A inteligência artificial no RH traz modernidade e produtividade para sua corporação.

Inteligência artificial, ou IA, pode ser definida como a busca pela evolução da tecnologia ao ponto que ela adquira independência, tornando-se parecida com o cérebro humano. Ou seja, a procura por uma digitalização grande ao ponto de trabalhar de forma livre, sem a necessidade de programação.

Mesmo que pareça impossível, atualmente essa área de estudo já está bastante avançada, com resultados comprovados e máquinas que trabalham de maneira completamente autônoma. Isso acontece em grande parte devido ao uso de bancos de dados, os quais são capazes de armazenar e interpretar informações para uso posterior.

O surgimento da expressão “inteligência artificial” é creditado a John McCarthy, um professor que em uma conferência chamada “O Eros Electrónico” pela primeira vez definiu a IA como “a ciência e a engenharia de produzir máquinas inteligentes”.

Os benefícios da inteligência artificial no RH

Em novembro de 2019, a Microsoft realizou em São Paulo a segunda edição do evento AI + Tour, voltado para a visualização do atual panorama da Inteligência Artificial no Brasil. 

Na reunião, foram apresentados dados significativos, tais quais o fato de que o PIB brasileiro pode crescer em até 7,1% ao ano em um cenário de maior uso da IA. 

Nesse contexto, é evidente que aderir a essa nova tecnologia é, não apenas uma tendência do mercado, mas também um super benefício para as companhias, principalmente em setores de maior burocracia. 

Afinal, uma das principais vantagens da digitalização é agilidade proporcionada nos processos, acelerando a sua realização e tornando-os mais práticos. 

É nesse cenário que a aplicação da inteligência artificial no RH é recorrente. Afinal, o departamento pessoal, conhecido por sua grande quantidade de etapas morosas, é um dos setores que mais exige tempo para a qualidade em suas operações.

Sendo assim, com a digitalização advinda da IA, é possível tornar todo o escopo dessa área mais rápido e ágil, com uma média de tempo menor para a realização de demandas. Com isso, evidentemente, a empresa se torna mais produtiva, fazendo com que o aumento do lucro seja uma consequência. 

Além desses, outros benefícios notáveis que a Inteligência Artificial pode trazer ao departamento de recursos humanos são:

  • Agilidade no recebimento de currículos; 
  • Maior facilidade para segmentação de candidatos; 
  • Melhor organização de dados de funcionários; 
  • Economia de recursos;
  • Uso de chatbots para resolução de dúvidas; 
  • Facilidade na elaboração de treinamentos
  • Melhores condições para busca de dados; 
  • Automatização de processos de pagamentos.

Setores e funções para aplicação da IA no departamento pessoal

Como você pode perceber, os benefícios da aplicação da inteligência artificial no departamento pessoal são gigantescos e abrangem as mais diversas funções. 

Afinal, por se tratar do desenvolvimento da tecnologia, a constante adaptação das máquinas para a realização de demandas humanas é, por si só, uma grande vantagem. Além disso, é importante dizer que a IA está se tornando uma realidade no cenário corporativo brasileiro

Segundo pesquisa da Avaya, atualmente 55% das empresas nacionais fazem uso da inteligência artificial em suas centrais de atendimento. 

Ou seja, todos os dias nos encaminhamos para um futuro em que as máquinas deixarão de ser uma simples ferramenta e se tornarão parte integrante e essencial das operações.

Tratando diretamente sobre o departamento pessoal, algumas áreas podem ser diretamente beneficiadas por essa tecnologia, tanto pela agilização de processos quanto por um aumento de qualidade nas demandas

Confira abaixo alguns exemplos práticos do uso da inteligência artificial no RH nos mais diferentes contextos.

Recrutamento e seleção

O uso da inteligência artificial no RH é essencial no momento de processos seletivos e recrutamentos.

As tarefas de recrutamento e seleção são algumas das mais importantes designadas ao RH, já que são responsáveis pela formação da força de trabalho da empresa e pela atração de novos talentos. 

Nesse sentido, todas as demandas relacionadas a receber currículos, fazer entrevistas e entrar em contato com os candidatos podem demorar. 

A inteligência artificial no RH pode ajudar nesse cenário de diversas maneiras diferentes, desde uma seleção automática de currículos através dos dados apresentados neles, até o envio de mensagens para os candidatos escolhidos. 

Desse modo, a atividade que antes levava semanas pode ser concluída em pouco tempo, mas sem perder a qualidade necessária. 

Alta performance

Recentemente, a IFS trouxe a público os resultados de uma pesquisa global voltada para a adoção da inteligência artificial no RH das empresas. 

Segundo o novo relatório, cerca de 90% das companhias planeja investir em inteligência artificial nos próximos anos. Isso se deve, em grande parte, ao consequente aumento da produtividade quando é feito uso dessa tecnologia. 

Ou seja, quando a empresa possui a IA em sua rotina, a produtividade corporativa automaticamente aumenta

No setor de RH, isso pode ser identificado através da alta performance, com uma realização de demandas cada vez mais assertiva. Assim, o departamento diminui seus erros e falhas, tornando-se uma verdadeira máquina produtiva

Clima organizacional

Aderir a tecnologia é sinônimo de modernidade. Afinal, em tempos onde mais de 134 milhões de brasileiros possuem acesso diário a internet, ficar de fora da digitalização representa pensamentos conservadores, atrasados e retrógrados

Nesse sentido, ao aplicar a inteligência artificial no RH existe uma melhora imediata no clima organizacional, tendo em vista a melhor relação dos funcionários com suas ferramentas produtivas. 

Assim, a motivação dentro da empresa cresce, bem como a satisfação e engajamento dos colaboradores.

Verificação de riscos

Sem dúvidas, a verificação de riscos é uma das mais importantes tarefas designadas ao setor de recursos humanos. Em um cenário no qual o Brasil ocupa a quarta posição no ranking de acidentes de trabalho, é essencial que o departamento pessoal se mantenha em constante acompanhamento das situações na empresa. 

No entanto, é evidente que essa demanda não é simples. Para evitar os problemas, é necessário manter a empresa em análise constante, bem como contar com o apoio dos colaboradores para feedbacks de riscos iminentes

Sendo assim, a inteligência artificial no RH se faz muito útil em diversos sentidos, desde realizar demandas consideradas arriscadas para a força humana, até o armazenamento dos dados recolhidos nas análises. 

Assim, pode-se criar uma ordem de prioridade para a resolução das falhas e ainda deixar de expor os colaboradores à possíveis riscos.

Automatização de processos

Como citamos anteriormente, a busca pela constante automatização de processos já é uma realidade nas empresas brasileiras. Afinal, digitalizar é sinônimo de inovação e praticidade, dois objetivos constantes dentro do mundo corporativo. 

No setor de recursos humanos, por sua vez, essa automatização se faz ainda mais útil, dadas as diversas tarefas morosas e burocráticas cabíveis ao departamento. 

Elaborar folhas de pagamento, procurar por dados de funcionários e criar contratos de prestação de serviços são apenas alguns exemplos de onde a IA pode atuar e trazer grandes resultados. 

Com a digitalização de apenas algumas dessas demandas, os colaboradores ganham mais tempo livre para realizar os demais processos do setor. Assim, a empresa acaba ganhando em tempo, produtividade e lucro, recebendo novamente todo o investimento realizado na inteligência artificial no RH.

Como aplicar a inteligência artificial no RH na prática 

O uso da tecnologia é indispensável em todos os setores da sua companhia.

Falar sobre inteligência artificial é sinônimo de investimento financeiro. Afinal, para o desenvolvimento de novas tecnologias, poder monetário é essencial desde a contratação dos profissionais até a adesão de novos softwares. Porém, tratando-se de uma tendência inovadora, os gastos são pequenos perto dos benefícios que ele traz.

Nesse sentido, no Brasil a digitalização através da IA já tem ganhado bastante espaço. Segundo o mais recente relatório State of Service, o uso da Inteligência Artificial tende a crescer cerca de 133% nos próximos 18 meses no nosso país. 

Sendo assim, as empresas que deixarem de participar dessa inovação devem ficar para trás em relação a concorrência. 

Além disso, é importante dizer que a aplicação da inteligência artificial no RH nem sempre significa um grande e denso período de testes e adaptações. Com algumas pequenas atitudes, a empresa já pode trabalhar de acordo com essa tendência do mercado e melhorar seus processos.

Portanto, confira abaixo algumas dicas simples para uso da inteligência artificial em sua companhia:

  • Tenha uma equipe de TI forte e estruturada, sempre atenta às novidades da área; 
  • Implemente um chatbot para relacionamento com os clientes nas redes sociais da empresa; 
  • Faça uso de softwares para visualização e acompanhamento de demandas; 
  • Utilize o armazenamento em nuvem para guardar dados dos colaboradores;
  • Procure fazer uso constante da tecnologia na tomada de decisão da empresa; 
  • Durante os treinamentos corporativos, conte com ferramentas da web para ampliar ainda mais os conteúdos. 

A caminhada do iFood rumo à Inteligência Artificial 

Tecnologia flexível e digital aos seus colaboradores: Confira!

Que nos últimos anos o iFood tem sido um dos principais nomes do cenário corporativo brasileiro, não há dúvida alguma. 

O iFood conquistou o coração de milhares e milhares de brasileiros em todos os cantos do país, tanto pela excelência em seus serviços quanto pela cultura organizacional de referência em suas sedes e no trato com os clientes.

No entanto, esse não é o único motivo para o grande destaque da empresa. Os recentes investimentos em inteligência artificial no RH tem atraído diversos holofotes, tanto da mídia quanto dos consumidores em geral. 

Todo esse foco em tecnologia trouxe um novo serviço totalmente voltado para o mundo corporativo. De nome iFood Empresas, o projeto visa inovar os meios de reembolso, vales alimentícios e cartões-presente de refeições nas companhias, utilizando a tecnologia para agilizar essa demanda. 

Com um painel para controle de gastos simples e unificado, o iFood Refeição melhora a experiência do colaborador e também do setor de RH, principal responsável pelas devoluções monetárias

E aí, ficou curioso para saber mais? Se sim, acesse agora o site oficial do iFood Empresas! Assim, você descobre tudo sobre o mais novo serviço que vai revolucionar os benefícios alimentícios da sua organização.

Gostou? Compartilhe!

Por: Fernanda Capella

Coordenadora de Marketing de Conteúdo, copywriter, especialista em conteúdo de performance e comunicação. Amante de tecnologia, negócios, café e gastronomia.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.