O setor de RH tem uma necessidade frequente de manter sua gestão estratégica e assertiva, visando trazer melhorias efetivas para a empresa. Por isso, a utilização de indicadores de RH são indispensáveis. É através deles que os gestores conseguem tomar decisões que destaquem a empresa no mercado de trabalho. 

Os principais indicadores de RH que irão mudar sua rotina

Os indicadores de RH existem para diversas finalidades e devem ser usados conforme o tamanho da empresa, o número de equipes, as operações dos setores, entre outros. Alguns exemplos comuns para se trabalhar, são: 

Absenteísmo

Com esse indicador de recursos humanos, você é capaz de medir as taxas de ausência e compreender os motivos para as faltas ou atrasos. Ela precisa apresentar uma porcentagem de, no máximo, 1.5%. Você pode fazer essa análise realizando o cálculo abaixo: 

Absenteísmo (%) = horas não trabalhadas ÷ horas efetivamente trabalhadas x 100

É importante acompanhar esses resultados, pois podem estar ligados às condições de trabalho e a gestão da empresa. Mas, se as ausências forem relacionadas à vida pessoal do colaborador, é preciso entender o nível de gravidade do acontecido. Assim, é possível saber como oferecer apoio para o colaborador. 

Turnover

Muitas empresas sofrem com um elevado índice de rotatividade. O desligamento de funcionários é algo que faz parte das empresas, mas quando a sua taxa é maior que 10%, demonstra que há algo de errado com a instituição. Para saber se a sua companhia sofre com o turnover, é só fazer o cálculo abaixo: 

Turnover (%) = número de funcionários desligados ÷ número total de funcionários ativos em determinado período x 100

Você deve realizar essa fórmula anualmente, principalmente se sua empresa é pequena ou média. Assim, a taxa será mais realista e o RH conseguirá implementar indicadores de gestão com maior qualidade. 

ROI

ROI significa Return Over Investiment, ou seja Retorno Sobre Investimento mostra como a empresa está se saindo no dia a dia e expõe quais investimentos estão dando bons lucros. Diferente dos outros indicadores de RH, o ROI não possui um padrão para ser considerado positivo ou negativo. 

Por isso, é importante saber as metas da empresa e entender quais são os lucros que ela almeja. Para calculá-lo, é só utilizar a fórmula abaixo: 

ROI (%) = (ganho conquistado – valor inicial do investimento) ÷ valor inicial do investimento x 100

Saber essa informação é fundamental para melhorar os processos e rotinas de trabalho. Pois o setor de RH saberá se os treinamentos dos colaboradores, os benefícios oferecidos e outros fatores estão influenciando na produtividade como deveriam. 

Satisfação dos colaboradores

A satisfação dos colaboradores é algo essencial e influencia muito o desempenho da empresa. Você pode medi-la através de uma ferramenta chamada E-NPS. Ela funcionará como uma pesquisa que deve ser respondida em escala de 0 a 10, e apresenta perguntas diretas, como: 

De 0 a 10, qual seria a nota para o seu superior como indivíduo para trabalhar?

De 0 a 10, o quanto você recomendaria a nossa empresa como um bom local de trabalho?

Aqueles que responderem 9 e 10, são colaboradores leais que vestem a camisa do time. 

Os que marcarem 7 e 8, são neutros e possuem uma satisfação mediana. 

Já os que marcam entre 0 e 6, são funcionários que possuem quase ou nenhuma felicidade em trabalhar na empresa. 

Esse indicador é excelente para saber quais ações de endomarketing o setor de RH deve implementar. Oferecer melhores benefícios, capacitações, plano de carreira, entre outras vantagens, são alguns métodos para melhorar essa avaliação. 

Custo médio de contratação

O processo de recrutamento e seleção (ou R&S) deve ser feito da melhor maneira possível, a fim de gerar economia para a empresa. Mas, é necessário entender que não existe um investimento mínimo ou máximo para medir um bom R&S. 

Isso depende dos objetivos da empresa, a qualificação dos profissionais, a área de trabalho, entre outros. Portanto, você pode ver se a fórmula está dentro do seu orçamento, realizando o cálculo abaixo: 

Custo de Aquisição (R$) = Investimento total em R&S/Número de talentos efetivados

Esses custos podem incluir fatores diretos e indiretos, como o impulsionamento da publicação sobre a vaga, a compra de mais materiais de trabalho, a construção de uma boa imagem da empresa, entre outros. 

Por que começar a utilizar indicadores de recursos humanos?

O setor de RH precisa trabalhar de maneira planejada e eficiente. É dessa maneira que essa área conseguirá estabelecer uma gestão 4.0 e monitorar os indicadores de recursos humanos com excelência. Por isso, alguns motivos para começar a utilizá-los, são:

RH mais estratégico

Como foi visto, existem diversos indicadores de RH que devem ser aplicados sobre diferentes fatores. Eles conseguem agir diretamente em setores e equipes distintas, levando resultados que ajudam a melhorar essas demandas. Isso faz com que o RH tenha um planejamento estratégico que influencia o crescimento da empresa. 

Decisões mais assertivas

Os indicadores de RH ajudam a demonstrar quais são as melhores decisões para se tomar. Isso porque, eles mensuram o desempenho e produtividade das equipes, além de resultar na qualidade das ações realizadas. Com o panorama completo, fica mais fácil de se ter uma maior assertividade, e assim diminuir os erros nas tomadas de decisões. 

Identificação de dores 

Quando se sabe as causas dos problemas, é possível trabalhar para encontrar uma solução eficaz. Os indicadores de recursos humanos conseguem identificar as dores tanto pessoais dos colaboradores como do ambiente de trabalho. Isso faz com que o RH consiga realizar uma gestão baseada em evidências e promover melhores investimentos. 

O que caracteriza um bom indicador?

Alguns estudiosos demonstram que os indicadores de RH devem ser: 

  • Exatos;
  • Detalhados; 
  • Simplificados; 
  • Interligados às metas e objetivos; 
  • Agir em conjunto. 

Para conseguir avaliar de fato o cenário da sua empresa, é preciso que seus indicadores de RH sejam quantitativos e mensuráveis. Assim, você conseguirá trabalhar de maneira específica, diminuindo a abrangência dos dados ou o número de informações abstratas. 

Além disso, para considerar um KPI (ou indicador-chave de desempenho) o RH deve ser responsável pelo acompanhamento. Isso porque, esse setor consegue monitorar os resultados com uma visão mais estratégica, e saber quando implementar esse indicador novamente. É assim que o setor de Recursos Humanos conseguirá ajudar a empresa a crescer e influenciar nas melhorias da corporação. Através dos indicadores de RH, melhorias como os benefícios do iFood podem ser colocados em prática, para elevar a satisfação dos colaboradores, por exemplo. Você pode saber mais sobre esse assunto clicando aqui!

Gostou? Compartilhe!

Por: Larissa Trento Oliveira

Formada em Administração pela Universidade Federal do Espírito Santo, Larissa é BP no iFood há dois anos e tem paixão por trazer impacto diretamente no desenvolvimento de pessoas com sua profissão e, como consequência, agregar valor para o business. Mãe de pet de carteirinha, é amante de corrida e exercícios físicos, principalmente quando envolve passear com o Zeca, seu border collie. Larissa já atuou como BP do time iFood Colômbia, México, iFood Shop, Marketing e agora atua como ponto focal do RH para crescimento do iFood Benefícios.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.