Com o maior acesso à informação por parte dos habitantes, as vantagens de adquirir produtos online e de trabalhar através da internet também se popularizaram. Sendo assim, o e-business tem ganhado cada vez mais espaço e proporcionado lucros gigantescos para seus investidores e acionistas.

Que os negócios online cresceram muito nos últimos tempos, não há dúvida alguma. Segundo a Statista, em 2017 havia 1,66 bilhões de compradores online. Atualmente, o número ultrapassa os 7,6 bilhões e tende a crescer a cada dia, ainda mais com a crise que enfrentamos por causa da epidemia do novo coronavírus. 

Esse aumento se deve, em grande parte, a democratização da internet. No Brasil, a TIC Domicílios verificou que no ano de 2018, 70% da população já possuía acesso diário à rede, representando 126,9 milhões de usuários distribuídos entre todas as classes sociais.

Com base nisso, citamos aqui tudo sobre os serviços online, explicaremos o que é e-business e o porquê ele é uma grande aposta para os próximos anos. Continue acompanhando para saber mais!

O que é e-business

Existem diferentes tipos de atuação para as empresas que desejam entrar para o ramo de e-business.

Atualmente, definimos o significado de e-business como todo tipo de empreendimento que funciona por meio do mundo online. Dentro dele cabem lojas, prestadoras de serviço, plataformas educativas e todo tipo de companhia que usa a internet para comercializar e vender os seus produtos.

E business é um termo que cresceu bastante, mas nem de longe pode ser considerado recente e inovador. Seu primeiro registro foi realizado em 1955, porém, a popularização em massa ocorreu em 1997, por meio de uma campanha criada pela agência de publicidade britânica Ogilvy & Mather para a IBM.

Na época, o termo foi utilizado como uma referência para os negócios conectados, mas não necessariamente através da internet, a qual ainda dava seus primeiros passos.

Todo tipo de empresa que usa meios eletrônicos para se comunicar com seus clientes, pode ser considerada parte do e business. Por conta disso, com o passar do tempo diversas subdivisões surgiram, de modo a identificar e estabelecer bons costumes para cada um dos meios.

Diferença entre e-business e e-commerce

Dentro desse meio, não é incomum encontrar pessoas que confundem o sentido de e-business e e-commerce. Afinal, o segundo termo tem ganhado bastante notoriedade, tanto em mídia quanto em representatividade no mercado.

Segundo um estudo realizado em parceria do BigData Corp e do Paypal, em julho de 2019 a quantidade de sites brasileiros dedicados a venda de produtos era de 930 mil. Com base no crescimento do método, é possível que poucos meses antes da pesquisa completar um ano, já tenhamos 1 milhão de lojas online no Brasil.

No entanto, mesmo que e-commerce seja um termo mais conhecido que o e business, na verdade, se trata de uma subdivisão dele. Ou seja, o significado de e-commerce, na realidade, é ser uma categoria de negócios eletrônicos, assim como muitas outras que tem ganhado espaço no mercado.

Sendo assim, entende-se que e business se trata de um vocábulo abrangente, que abriga e proporciona espaço para todos os tipos de empreendedores que desejam migrar seu negócio para o mundo online ou contar com ele para a construção de uma marca de sucesso, não se restringindo apenas a venda de produtos.

As maiores vantagens e desafios do e business

Trabalhar dentro do meio online, assim como em outras metodologias, possui ônus e bônus. Porém, com o constante crescimento desse mercado é evidente que a possibilidade de obter lucros é gigantesca. 

Seguindo da maneira adequada, adotando boas estratégias e entendendo como driblar os desafios, pode-se obter muito sucesso e se tornar mais um entre os serviços online bem sucedidos.

Para isso, no entanto, é necessário, acima de tudo, conhecer o que enfrentará dentro do nicho. Sendo assim, acompanhe os maiores benefícios e dificuldades do e business na atualidade.

Vantagens

Estratégias eficientes permitem que as e-business tenham amplo alcance com pouco investimento. 

Começar a trabalhar pela internet comumente é uma alternativa escolhida por quem deseja empreender com pouco investimento inicial. Afinal, o principal para se ter um e-business é ter uma ideia de qualidade e meios para prestar o serviço. 

E nesse sentido, atualmente, são muitos os programas de hospedagem que protegem e abrigam sites por valores pequenos. Assim, o custo de manter o negócio funcionando é bem menor do que nas metodologias comuns.

Além disso, através de uma divulgação correta, quebram-se os limites geográficos e pode-se atingir pessoas de qualquer lugar do mundo. 

Vale ressaltar ainda que trabalhar com e business é seguir a tendência do mercado, que caminha para um mundo totalmente digital. São várias as empresas referência no mercado que atuam apenas online e não precisam de espaço físico para serem as preferidas do público.

A Netshoes, por exemplo, é quase sempre a escolhida quando se trata de artigos esportivos, mesmo trabalhado totalmente pela internet. Isso só representa o tamanho do espaço que os serviços digitais possuem, estando presentes 24 horas por dia, na hora que o cliente precisar.

Dificuldades

Por se tratar de um negócio eletrônico, para alcançar um grande público é necessário investir em estratégias de marketing digital. Quanto mais diversificados forem os canais de divulgação, maior será o alcance de sua marca. 

Além disso, é essencial que os membros da empresa tenham profundo entendimento de tecnologia, bem como desenvolvimento e linguagens de programação. Caso contrário, será necessário contratar uma equipe responsável por esses pontos. 

Outro investimento necessário para as empresas e business, principalmente no caso de e-commerce e negócios online de venda de produtos, são em relação às logística de entrega. Esse processo pode ser realizado tanto por empresas terceirizadas como a partir de equipes estruturadas internamente. 

As categorias mais populares dentro dos serviços online

Falar sobre serviços online muitas vezes é automaticamente falar sobre e-commerce. Afinal, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, o meio deve movimentar mais de 100 bilhões no Brasil durante o ano de 2020, um valor 18% maior que no ano anterior.

No entanto, é preciso dizer que a área de vendas não é a única que faz sucesso dentro do e business. 

O crescimento do streaming também possui grande representatividade, bem como o ensino a distância, que a cada dia alcança números mais significativos, se tornando as duas principais categorias atualmente. 

Continue a leitura e entenda mais sobre cada uma delas:

A era do streaming

Chamamos de serviços de streaming a transmissão de conteúdos através da internet, sem a necessidade de download para o dispositivo. Dentro deles é possível assistir ou ouvir qualquer tipo de material quase que instantaneamente, sem nem mesmo precisar que ele carregue por completo.

Dentro da era digital, os serviços de streaming representam praticidade e o acesso imediato que os usuários anseiam. Substituindo a compra física de álbuns e filmes, na nova modalidade o usuário paga um valor mensal para ter acesso a todo conteúdo disposto na plataforma, quantas vezes quiser e no momento que preferir. 

Esse meio de e business se tornou tão popular que atualmente é difícil encontrar alguém ativo na internet que não possua ao menos uma assinatura de streaming. 

Como exemplo, o Spotify, plataforma mais utilizada para streaming de músicas, segundo publicação da revista Forbes, já conta com mais de 124 milhões de pagantes mensais.

No entanto, a empresa ainda não é líder em seu mercado. A Netflix, organização que trabalha com filmes, séries e documentários é o maior case de sucesso dentro da era do streaming. Segundo dados divulgados no fim de 2019, ao todo já são mais de 167 milhões de assinantes ao redor do globo.

Mesmo com investimento forte da concorrência e criação de plataformas como HBO Go e Disney+, a tendência é que os números da empresa sigam aumentando, bem como o faturamento relacionado às produções próprias da companhia, que já possui mais de 20 indicações ao Oscar e mais de dez prêmios.

O crescimento da educação a distância

Negar que adesão ao ensino a distância cresceu é um grande erro. A modalidade EAD, que antes era a segunda opção dos jovens, passou a ser a prioridade de muitos que desejam trabalhar e continuar a carreira acadêmica.

Segundo dados do Censo de Educação Superior, divulgado pelo Ministério de Educação, desde 2018 as vagas ofertadas no EAD são maiores que no ensino presencial.

Por conta disso, as plataformas de ensino a distância crescem cada vez mais. Através delas pode-se aprender online e obter certificação tradicional, bem como todos os conhecimentos desejados, tudo isso sem sair de casa.

Sendo assim, esse mercado também tende a crescer cada vez mais, tanto em cursos técnicos e livres quanto em graduações e especializações.

As maiores empresas digitais da atualidade

As empresas que atuam no cenário e-business vêm crescendo cada vez mais ao longo dos anos.

Como citamos, são muitos os cases de sucesso que surgiram no mundo online e obtém resultados mais incríveis a cada ano. Esse êxito se deve a uma série de fatores, desde a cultura organizacional até a prestação de serviços com qualidade inegável.

O Google, por exemplo, é um grande exemplo disso. Conhecido por seu clima leve e descontraído, em 2019 recebeu mais de 15 bilhões apenas com anúncios em sua plataforma de vídeos, o YouTube. 

Sendo assim, se destaca como uma das empresas e-business de mais sucesso no mundo, sendo a primeira a ser lembrada quando o assunto são pesquisas online.

Além disso, também vale ressaltar que a atuação da organização se expandiu ao longo dos anos. Deixando de ser apenas um buscador, hoje o Google também é e-mail, nuvem, servidor para reuniões online e muitas outras funções.

Outro case que precisa ser destacado é o IFood. A plataforma que surgiu online hoje é a preferida dos consumidores quando o assunto é delivery de comida. Além disso, é referência se tratando de cultura humanizada e boa relação com seus colaboradores.

A Startup brasileira divulgou em novembro de 2019 ter alcançado a marca de 26,6 milhões de pedidos realizados através do aplicativo. A tendência desse número é crescer cada vez mais, tanto em quantidade de clientes quanto em estabelecimentos parceiros.

Sendo assim, torna-se evidente que investir em empresas digitais é uma ótima opção para ganhar ainda mais público e aumentar os lucros. A era digital já chegou e não acompanhá-la significa ficar para trás da concorrência.Se você precisa estar sempre atento as novidades do ramo empresarial, bem como receber dicas e conselhos para tornar sua gestão ainda mais efetiva e eficaz, continue acompanhando o nosso blog! 

Gostou? Compartilhe!

Por: Helenoá Trevisan

Formação em Linguística com especializações em comunicação digital. Entusiasta da aprendizagem interdisciplinar e amante da união entre jogos, animação e tecnologia em ferramentas facilitadoras para a vida corporativa.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.