Muitas empresas que buscam uma vantagem competitiva no mercado desenvolvem o que chamamos de Plano de Desenvolvimento Individual (PDI). No entanto, como fazer um PDI assertivo e eficiente pode ser uma dúvida recorrente dos gestores, uma vez que o desenvolvimento de um colaborador é um processo que exige muita dedicação, cuidado e comprometimento.

Assim, para que o PDI realmente gere resultados satisfatórios, é preciso entender o que é esse plano de desenvolvimento, como ele é feito, quais são seus objetivos, suas vantagens e os desafios de aplicá-lo.

Portanto, se você deseja inovar em sua organização e aprender um pouco mais sobre como fazer um PDI, continue acompanhando este artigo e confira tudo o que você precisa saber sobre o tema!

Afinal, o que é PDI? 

Para saber como fazer um PDI, saiba, primeiramente, o que é essa estratégia e qual a sua importância.

Muitas pessoas podem se perguntar o que é PDI. Nesse sentido, o Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) é uma estratégia que promove um plano de carreira aos colaboradores, possibilitando o aperfeiçoamento das suas habilidades para que, assim, eles conquistem uma ascensão profissional dentro da organização.

Em outras palavras, o PDI tem o objetivo de auxiliar os gestores a identificar as qualidades dos colaboradores e, consequentemente, desenvolver talentos. Com isso, os gestores também ganham mais conhecimentos acerca das características de suas equipes, podendo lidar com cada pessoa de uma maneira única.

Além disso, o PDI também é considerado um pilar para o sistema de liderança da organização. Por meio do Plano de Desenvolvimento Individual, a empresa promove uma cultura de alta performance e mantém os colaboradores sempre motivados.

Qual é a importância de um PDI?

Podemos dizer que o PDI tem grande importância tanto para a organização quanto para o próprio colaborador.

Desse modo, é essencial saber como fazer um PDI, porque, por meio dele, a companhia atua na formação de um profissional competente e capaz de exercer funções cada vez mais relevantes. Assim, além de o colaborador se aprimorar e se sentir valorizado, ele ainda atua para o crescimento da organização

O PDI é utilizado por empresas que têm a preocupação de indicar os caminhos que seus colaboradores podem e devem seguir. Ele é importante, ainda, porque também faz parte da gestão de pessoas, alinhando as expectativas da organização com relação aos trabalhadores.

Quais são os objetivos de um PDI?

Para saber como fazer um PDI eficiente e começar a aplicá-lo aos colaboradores do seu time, é necessário ter bem delimitados quais os seus principais objetivos. Confira:

Alcançar as metas profissionais e pessoais 

O PDI ajuda no alcance de objetivos do colaborador, pois mostra estratégias, metas e prazos que ele deverá seguir. Dessa maneira, fica mais fácil conquistar o objetivo final, pois o plano é personalizado e único para cada funcionário.

Trabalhar habilidades e dificuldades

Como o PDI é pensado de forma exclusiva, ele trabalha nas habilidades e dificuldades específicas de cada pessoa.

Assim, fica mais fácil de conseguir identificar e tratar as limitações de cada indivíduo, a fim de que se torne um profissional de excelência e assuma cargos de liderança dentro da empresa.

Melhorar o relacionamento entre empresa e colaborador

O Plano de Desenvolvimento Individual também melhora o relacionamento entre a empresa e o colaborador. Como o programa leva em conta tanto o lado pessoal quanto profissional de cada indivíduo, isso aproxima o gestor de cada funcionário

Em uma organização, manter o contato e o diálogo é o segredo para um ambiente harmonioso.

Desafios ao aplicar um PDI na empresa

Um dos maiores problemas enfrentados pela empresa que deseja implementar um plano personalizado de ações é a resistência dos colaboradores. Nessa hora, são poucos os que concordam com a proposta e muitos podem nem querer ouvir falar no assunto. Entretanto, há uma maneira de resolver a situação. 

Um bom profissional de RH, além de sempre se manter atualizado nas tendências do mercado, deve mostrar aos colaboradores o quanto é importante investir no desenvolvimento profissional.

Contudo, algumas empresas também podem se mostrar resistentes e despreocupadas em relação ao PDI. Nesse caso, os profissionais são os que podem dar o primeiro passo e propor a aplicação do plano de desenvolvimento.

Vantagens do PDI na empresa

Antes de saber o passo a passo de como fazer um PDI, confira quais são as principais vantagens de implementá-lo em uma empresa:

Colabora para a clareza dos objetivos

Com o PDI, o colaborador possui mais clareza do momento que está vivendo em sua jornada profissional. O programa também o auxilia a saber o que ele pode fazer para conquistar maiores feitos na organização 

Trabalha a motivação dos colaboradores 

Outra vantagem de saber como fazer um PDI e aplicá-lo na empresa é que ele se baseia nos objetivos dos profissionais que participam do programa. 

Assim, as aspirações são alinhadas aos objetivos da organização. Quando o colaborador vê que a empresa investe em seu desenvolvimento profissional, isso gera reciprocidade, o que o motiva a cumprir metas e ser reconhecido. 

Além disso, o colaborador sabe que, se ele se esforçar, pode colher resultados ainda maiores e melhores.

Direciona a carreira do profissional 

O modelo de PDI na empresa direciona a carreira do profissional. Com isso, o colaborador tem mais autonomia e clareza para assumir o controle do seu desenvolvimento dentro da organização.

Além disso, o colaborador conta com feedbacks de gestores para que esse direcionamento tenha frutos positivos no futuro.

Chama a responsabilidade para o colaborador

Quando você pensa em como fazer um PDI, um dos passos é a promoção de responsabilidades para os funcionários. Por meio do PDI bem desenhado, o colaborador já sabe o que deve ser feito, como e quando fazer. 

Portanto, obter os resultados esperados, geralmente, só dependerá do próprio colaborador.

Contribui para a retenção de talentos na empresa 

Se a empresa possui dificuldades na retenção de talentos, esse problema pode ser resolvido com a implementação do PDI.

O Plano de Desenvolvimento Individual permite ao profissional alinhar habilidades e competências nas quais ele sabe que pode chegar. Em consequência, isso refletirá na satisfação do colaborador com a empresa, pois ele se sentirá mais motivado para alcançar seus objetivos e permanecer a longo prazo na organização.

Qual é o melhor momento para implementar um PDI na empresa? 

O PDI pode ser aplicado para descobrir os talentos dentro da empresa ou quando o próprio colaborador sugerir o Plano de Desenvolvimento Individual.

No entanto, de uma ou outra forma, é a organização que sairá ganhando, pois, quanto mais incentivar e ajudar o colaborador a se descobrir, mais eficiente e motivado ele será.

Como fazer um PDI? Confira o passo a passo!

Conheça o passo a passo de como fazer um PDI eficiente em sua empresa.

Agora que você já sabe quais são as vantagens do PDI e qual é o melhor momento para implementar essa estratégia em sua empresa, confira o passo a passo de como fazer um PDI que dê resultados positivos para a organização e seus colaboradores.

1. Conheça os colaboradores da sua empresa 

O primeiro passo para saber como fazer um PDI é conhecer os colaboradores da sua empresa. Cada colaborador possui suas próprias competências e qualidades. Dessa forma, é necessário avaliar o desempenho do colaborador e descobrir quais aptidões devem ser desenvolvidas e quais ele ainda precisa adquirir

Assim, você dá oportunidade ao profissional de sempre evoluir para se habilitar mais para sua posição e desenvolver o que falta para crescer na empresa.

2. Defina os objetivos 

O PDI deve ser baseado nas metas que a empresa deseja alcançar. Por isso, saiba quais são os objetivos da organização e busque interagir com as metas pessoais de cada funcionário.

Se a empresa está passando por um processo de transformação digital, por exemplo, é necessário desenvolver os colaboradores para eles conseguirem trabalhar melhor.

Dessa forma, o ideal é você analisar o colaborador para saber quais competências ele deve ter nessa nova etapa da empresa, garantindo que os resultados sejam os esperados ao realizar o Plano de Desenvolvimento Individual.

3. Desenvolva um plano em ação conforme os estágios do PDI

Para que os objetivos sejam alcançados por todos os colaboradores, é necessário realizar um plano de ação com um grande suporte da equipe de Recursos Humanos

Se a meta para o profissional é subir de posição, ele precisa adquirir determinados conhecimentos. Por isso, é necessário criar um plano de ação de cursos e treinamentos a serem realizados, nesse caso.

4. Dê feedbacks

Para saber como fazer um PDI, é essencial, também, saber como dar feedbacks. Nesse sentido, chame cada colaborador, mostre  a avaliação de desempenho pela qual passou e as ações que ele terá de seguir para alcançar os resultados desejados. Dessa forma, ele poderá traçar as suas metas e cumpri-las com mais tranquilidade.

Como sugerido anteriormente, sempre considere alinhar as metas da empresa aos propósitos de cada profissional.

5. Avalie os resultados

Assim que o PDI for colocado em prática, comece a avaliar se os colaboradores estão conseguindo desenvolver as metas traçadas. 

Realize reuniões mensais e pondere se eles estão realmente focados em evoluir e alcançar os objetivos.

Ao longo destes tópicos, você viu o quão primordial é saber como fazer um PDI. Mas, além disso, também é importante conhecer os seus estágios, a fim de conseguir colocar os respectivos planos em prática com seus colaboradores.

Estágios de um PDI

Agora que você já tem em mente como fazer um PDI, conheça os estágios do Plano de Desenvolvimento Individual para colocá-lo em prática:

Alinhamento

Essa é a primeira etapa para desenvolver o modelo de PDI. É feita uma análise do estado presente e do futuro desejado do profissional e da empresa. 

É necessário que os superiores dos profissionais a serem desenvolvidos estejam envolvidos para que o Plano de Desenvolvimento Individual tenha êxito. Aqui, todos caminham na mesma direção para que o PDI dê certo!

Mapeamento

Nesta etapa, as competências técnicas e comportamentais, assim como os pontos fortes e de melhoria são mapeados. 

Também é importante informar os aspectos pessoais, o desempenho, os conhecimentos, as experiências e os resultados do trabalho de cada profissional.

Aqui, é essencial conversar com o colaborador para saber em quais técnicas ele possuimais interesse ou dificuldade, motivando-o ainda mais a cumprir o processo.

Estratégias 

Neste estágio, são elaboradas as principais estratégias do PDI. Portanto, trace planos que vão contribuir para cada colaborador e para a empresa.

Acompanhamento

Tenha um profissional de Recursos Humanos para acompanhar o colaborador que participar do PDI. Realize reuniões mensais ou quinzenais para que o acompanhamento aconteça.

Veja se o colaborador está sentindo dificuldade em alguma das etapas e sempre o motive a buscar novas referências para se aprimorar ainda mais.

Assim, ele receberá o auxílio que tanto precisa para executar as tarefas da melhor maneira possível.

Avaliação final

Realize uma avaliação final para entender quais foram os objetivos alcançados e quais ainda precisam de energia para serem atingidos.

Traga insights para toda a equipe sobre os pontos fortes e fracos de cada um e quais foram as vantagens, de modo geral, de todo o PDI.

Quais os resultados do PDI? 

O Instituto de Estudos de Empregabilidade do Reino Unido realizou um estudo sobre o PDI. Ao todo, oito empresas foram analisadas para avaliar o impacto do Plano de Desenvolvimento Individual sobre a gestão de talentos. 

As empresas esperavam que o PDI transformasse os colaboradores, no sentido de que eles assumissem responsabilidades por seu desenvolvimento profissional, em vez de deixar isso a cargo do setor de Recursos Humanos. 

Como resultado, todas as empresas notaram um impacto positivo da experiência no desenvolvimento dos negócios.

Afinal, quando todos colaboram com um Plano de Desenvolvimento Individual, a empresa e os colaboradores ganham, já que “falam a mesma língua” e caminham em conjunto rumo à ascensão do negócio.

Como aprimorar constantemente o PDI?

Depois de ter conhecido como fazer um PDI na sua empresa e tendo a adesão dos seus colaboradores, que, por sua vez, concluíram rapidamente tudo aquilo que foi proposto, o que fazer? Como prosseguir para continuar sempre gerando bons resultados?

A ideia, nesse caso, é que você permaneça aprimorando constantemente o Plano de Desenvolvimento Individual. A seguir, apresentamos algumas dicas de como fazer isso:

Sugira treinamentos e cursos

Independentemente de quais sejam os objetivos da empresa, é sempre recomendável que o RH sugira e promova treinamentos e cursos que estejam alinhados com o PDI dos colaboradores.

Isso contribui, inclusive, para a motivação, já que os funcionários sentem que a empresa investe em suas respectivas jornadas profissionais.

Portanto, mesmo que o PDI tenha sido finalizado, é recomendado que o RH continue promovendo ações para que os colaboradores possam permanecer com as metas alcançadas.

Indique mais conhecimento

Também é sempre importante indicar leituras e materiais para que o colaborador possa se aperfeiçoar.

Por exemplo, se ele precisar desenvolver suas habilidades de liderança, indique podcasts, livros, filmes e artigos que tenham relação com o tema.

Aqui, também é importante que o colaborador tenha proatividade de buscar suas próprias referências e pedir ajuda a colegas e superiores. Dessa forma, você promove o autoconhecimento e a motivação dos funcionários.

Viu como o Plano de desenvolvimento Individual é importante para as organizações? Agora que você entendeu o que é e como fazer um PDI, que tal aplicá-lo na sua empresa?

E não se esqueça: manter o diálogo com os colaboradores é sempre a melhor maneira de desenvolver talentos e alcançar os objetivos enquanto organização.

Gostou? Compartilhe!

Por: stephaniesantanna

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.