Entender mais sobre bancos de dados e sistemas de informações de RH é fundamental em um cenário em que as organizações estão passando por adaptações e precisam otimizar o trabalho das equipes. 

Utilizar um sistema de informação em setores de gestão de pessoas nas empresas é importante para coletar e armazenar dados sobre os colaboradores de maneira prática e eficiente. 

Em linhas gerais, os bancos de dados englobam as funcionalidades básicas para que as organizações funcionem corretamente ao passo que melhoram o planejamento e a armazenagem de informações

Sendo assim, eles são comumente utilizados para ações de gestão de desempenho, aprendizagem, desenvolvimento de equipes e otimização de processos.

Então, no texto de hoje vamos explicar mais sobre as funcionalidades de bancos de dados e sistemas de informações e como essas metodologias podem auxiliar diretamente no trabalho eficiente do RH

Continue lendo e aprenda como tornar a sua empresa mais produtiva ao passo que o People Analytics é trabalhado na sua empresa.

Qual é o objetivo de banco de dados e sistemas de informação em RH?

Para auxiliar diretamente na melhora do recrutamento interno, os bancos de dados e sistemas de informação de Recursos Humanos fazem com que a acessibilidade organizacional seja aumentada e diretamente relacionada aos dados. 

Como consequência, isso faz com que todos os indivíduos de uma empresa tenham acesso a informações de maneira rápida e eficaz em toda a organização. 

Nesse contexto, um sistema de gerenciamento ajuda os gestores a obterem soluções rápidas, tornando o acesso a dados mais rápido e preciso, o que impacta diretamente na tomada de decisões assertivas. 

De maneira geral, o uso desses sistemas têm vários benefícios evidentes e essa é a principal razão pela qual grandes empresas estão optando pela metodologia. Como o McDonald ‘s que, juntamente com o time de recrutamento e seleção, tem utilizado bancos de dados para proporcionar uma melhor experiência para os usuários por meio da otimização de processos internos

Enfim, entende-se que os bancos de dados mantém as informações dos funcionários seguras, organizadas e com fácil acesso para que recursos sejam economizados e orçamentos sejam usados estrategicamente nas empresas. 

Quais são os bancos de dados mais utilizados por RH?

Existem diversas opções de bancos de dados disponíveis e, para entender mais sobre cada uma, uma boa alternativa é defini-los em duas categorias: banco de dados relacionais e não relacionais.

Os bancos de dados relacionais costumam ser utilizados no formato de SQL (Structured Query Language), por meio de dados tabulares, com fácil recuperação e inserção.

Isso significa que eles são armazenados através de tabelas, sendo cada uma com atributos e linhas para uma melhor organização, permitindo que registros sejam realizados de maneira mais simples e prática. 

Dessa forma , o RH estratégico pode se tornar uma realidade nas organizações.

Para sistemas que necessitam de uma grande e organizada constância de dados, como ERP (Sistemas de Gestão Empresarial), CRM (Gestão de Relacionamento com o Cliente) ou de gerenciamento financeiro, o banco de dados relacional se torna a opção ideal.

Com soluções baseadas em nuvem, os bancos de dados não relacionais são utilizados quando os dados são mistos (imagens, mapas e tabelas) e os relacionais não suprem a demanda.

Para saber qual banco de dados utilizar, é necessário conhecer sua aplicação. Saiba qual é o mais indicado para a sua solução abaixo:

1. SQL Server

Criado pela Microsoft no ano de 1988, o SQL Server utiliza como linguagem de programação o T-SQL e, por oferecer recursos avançados que facilitam a atualização de dados, é comumente utilizado em lojas online, bancos, instituições governamentais e indústrias de vários portes. 

O SQL Server é conhecido por ser muito seguro — atua com sistemas integrados de criptografia que permitem a visualização ou alteração somente por usuários autorizados por meio da utilização de inteligência artificial. Entretanto, não permite a exclusão de dados.

2. Oracle

Sendo um dos bancos de dados relacional mais utilizados no mundo, o Oracle é a opção ideal para quem necessita de alta disponibilidade e segurança contra falhas nos servidores. 

Ele trabalha por meio de linguagem SQL, garantindo alta segurança e diversos tipos de recursos para os usuários. 

Além disso, é muito fácil de ser instalado em diversas plataformas, como Unix, HP/UX, Windows, BIM AIX, IBM VMS, Linux.

Outra vantagem é sua documentação detalhada, permitindo que o usuário conheça bem seus recursos e opções.

3. MySQL

O MySQL pertence à Oracle e é um banco de dados relacional de Open Source (código aberto). Por ser uma opção de fácil usabilidade e segurança com foco em sistemas online, é muito utilizado por aplicativos da Web, como Facebook, Twitter, Youtube, Google e NASA.

Além disso, também fornece pacotes de hospedagem de sites integrados com o PHP.

4. PostgreSQL

Foi desenvolvido pela PostgreSQL Global Development Group e é também um banco de dados relacional e não exige um hardware tão poderoso.

Apesar de não ser tão sofisticado quanto o Oracle, possui muita semelhança devido à sua linguagem e estrutura.

As principais vantagens na utilização do PostgreSQL, é a economia pelo preço acessível e o alto desempenho, sendo um dos SGDB’s mais avançados e com recursos como consultas complexas, facilidade de acesso, chaves estrangeiras e integridade transacional.

5. DB2

Desenvolvido pela IBM em 1983, o DB2 é uma plataforma flexível e econômica voltada para empresas que possuem uma alta demanda no trabalho. Não é muito utilizado no mercado e é possível realizar a instalação no Windows, Linux, Unix e PDAs.

Sua linguagem de programação é o SQL e é uma opção econômica, visto que o DB2 é vendido em diferentes planos, evitando que o consumidor pague por funcionalidades desnecessárias.

Entenda como funciona

Para que você consiga um bom banco de dados, é preciso entender como realizar uma boa gestão de dados. Primeiramente, é preciso analisar se a infraestrutura na qual está sendo utilizada atende as necessidades da empresa.

A partir das demandas, encontre uma forma de organizar e encontrar as informações necessárias por meio de uma boa metodologia no trabalho. Assim, será muito mais fácil otimizar o trabalho e torná-lo mais eficiente.

Além disso, é preciso tornar o acesso aos dados mais simples e prático para que os funcionários da empresa não tenham dificuldades em situações desnecessárias.

Sempre mantenha o backup automático e monitore o seu sistema de gestão de dados diariamente para identificar o que está acontecendo, assim você previne possíveis futuros problemas e mantém sua gestão atualizada.

Uma boa gestão de bancos de dados é fundamental para o bom funcionamento de uma empresa, por isso mantenha-se sempre atento e atualizado sobre os seus objetivos e sobre as funcionalidades mais adequadas para a necessidade da sua organização. 

Como a área de sistemas de informação pode contribuir com o RH?

Até aqui, nós apresentamos as principais informações sobre o uso de sistemas de informação para o setor de RH. Em linhas gerais, fica evidente que a redução de custos e o processamento de informações se torna otimizado, uma vez que existe um auxílio direto para os gerentes e profissionais do setor de Recursos Humanos. 

Nesse contexto, a partir de um sistema integrado de informações sobre seus funcionários, o profissional encarregado de tomar decisões consegue analisar informações sobre os colaboradores, como necessidades e características-chave importantes para o bom funcionamento da empresa.

Esperamos que o texto de hoje tenha conseguido oferecer um panorama geral sobre a importância de banco de dados e sistemas de informações de RH e quais são os principais modelos para você utilizar na sua organização. 

No iFood, acreditamos em uma cultura que proporciona um ambiente de trabalho organizado e que proporcione satisfação para os funcionários. 
Por isso, se você quer modernizar os sistemas de gestão da sua empresa ao passo que melhora a qualidade de vida dos colaboradores, clique aqui para conhecer como o iFood Benefícios pode te auxiliar nessa tarefa!

Gostou? Compartilhe!

Por: thuanyvieira

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.